Coronavírus

Cidades Bahia restringe comércio e venda de bebidas no fim de semana

Bahia restringe comércio e venda de bebidas no fim de semana

Restrições valem das 18h de sexta-feira (26) às 5h de segunda (1°). Estado tem 195 pacientes à espera de leito de UTI 

  • Cidades | Do R7

Movimentação na UTI do hospital de campanha da Arena Fonte Nova, em Salvador, para pacientes da covid-19

Movimentação na UTI do hospital de campanha da Arena Fonte Nova, em Salvador, para pacientes da covid-19

Romildo de Jesus / Futura Press / Folhapress - 25.02.2021

A Bahia vai suspender atividades não essenciais e proibir a venda de bebidas alcoólicas em bares, restaurantes, supermercados e lojas de conveniência entre 18h de sexta-feira (25) até as 5h de segunda-feira (1º). Apenas serviços de saúde pública e estabelecimentos que comercializam alimentos tem autorização para funcionar.

As medidas, válidas para todos os 417 municípios baianos, foram anunciadas nesta quinta-feira (25) pelo governador do estado, Rui Costa (PT-BA). "A situação continua crítica e as unidades de saúde públicas e privadas estão próximas do colapso", afirmou Costa.

Para evitar aglomerações no transporte público, na sexta-feira o encerramento das atividades do comércio será escalonado. Lojas convencionais de rua vão fechar às 17h, bares e restaurantes às 18h e shoppings e centros comerciais, às 20h. 

Também estão proibidas atividades sociais de qualquer natureza - religiosas, esportivas, políticas ou culturais. "Faço meu apelo que baianos e baianas compreendam a importância das medidas e respeitem o decreto estadual", disse o governador. O objetivo é garantir o distanciamento social.  No estado da Bahia há 195 pacientes esperando por em leitos de UTI. "Isto revela o drama que estamos vivendo neste momento", disse o governador.

Últimas