Cidades Balanço: 395 abrigos de ônibus instalados pela STTP em Campina Grande

Balanço: 395 abrigos de ônibus instalados pela STTP em Campina Grande

A Prefeitura de Campina Grande, através da Superintendência de Trânsito e Transportes

Portal Correio

A Prefeitura de Campina Grande, através da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), divulgou na manhã desta sexta-feira (18) um relatório com dados específicos de implantação de abrigos de ônibus e piquetes de paradas de embarque e desembarque de passageiros.

As informações são referentes à gestão do superintendente Félix Neto, no período de 2015 à 2020. A cidade conta hoje com 39 linhas de ônibus e já recebeu da STTP 395 abrigos novos, 57 outros foram revitalizados e 430 piquetes novos implantados, com todos os equipamentos georefenciados pela Divisão de Controle Operacional de Transportes.

Somente na Avenida Floriano Peixoto, principal corredor da cidade, existem vinte e quatro novos abrigos, onde em quatro deles – nas paradas da Telemar / Damas / Antigo Bompreço e na Secretaria de Administração – estão acompanhados do Painel de Mensagens Variáveis, onde são disponibilizados aos usuários os horários de embarques nos ônibus.

“Temos feito muito atendendo a essas demandas da população. Mais de 70% dos bairros da cidade foram beneficiados com novos abrigos, inclusive os distritos, onde substituímos algumas estruturas de concretos que estavam oferecendo perigo aos usuários. E essas ações tem garantido ao usuário respeito, conforto e acessibilidade durante a espera do transporte coletivo. E isso é o que a população espera encontrar quando chegar a um ponto para aguardar o seu ônibus”, disse Félix Neto.

O déficit na cidade é de aproximadamente 800 abrigos, e desse número a STTP prevê que apenas 500 deverão ser possiveis de instalar, já subtraindo os 395 implantados, restando ainda cerca de 105 equipamentos previstos para implementação.

Parcerias

O superintendente disse ainda que para chegar a esses números também contou com o apoio e colaboração de dois importantes parceiros, a exemplo do SITRANS, que doou cerca de 100 abrigos, e da URBEMA, com quem foi assinado um Termo de Cooperação Técnica para essa  implantação de abrigos de ônibus, além de sinalização de ruas e avenidas da cidade.

Abrigo inteligente

Para 2021, à STTP já trabalha num projeto de implantação de um modelo de abrigo inteligente, com disponibilidade de internet, tempo real de embarques e iluminação.

Escolha dos abrigos

Os pedidos da população feitos por meio de ofícios, por demandas vindas da Câmara de Vereadores, ou pela central de atendimento da Ouvidoria, são dados muito importantes e levados em consideração para escolha dos locais onde são instalados os pontos de parada. Além disso, é necessário aval técnico da STTP, que analisa a viabilidade através do número de linhas e passageiros que utilizam o local, o espaço físico para implantar o abrigo e se a região oferece segurança para pedestres e motoristas.

“Muitas vezes as dificuldades de instalação de abrigos ou piquetes numa comunidade, são oriundas de caçadas impróprias, ou do proprio morador do local indicado para implantação, que não permite a instalação do equipamento, infelizmente”, disse Alexandre Albuquerque, responsável pelo setor de implantação e conservação dos abrigos e piquetes.

Segundo Alexandre, além de retirar os abrigos velhos, a equipe da STTP também realiza a preparação da base e, em alguns locais, a calçada também é refeita para melhorar a acessibilidade, para a colocação de um novo equipamento,  fazendo um serviço completo que melhora muito a vida de quem utiliza o transporte coletivo, explica.

Últimas