Cidades Barbeiro diz ter sido agredido por dois policiais militares na PB

Barbeiro diz ter sido agredido por dois policiais militares na PB

Um barbeiro de 32 anos denunciou que foi agredido por dois policiais O post Barbeiro diz ter sido agredido por dois policiais militares na PB apareceu primeiro em Portal Correio.

Portal Correio

Um barbeiro de 32 anos denunciou que foi agredido por dois policiais na madrugada do último domingo (5). A agressão aconteceu na cidade de Fagundes, região de Campina Grande, no agreste paraibano. Segundo a vítima, os policiais agrediram ele e um vizinho, fisicamente e verbalmente, por estarem sentados na calçada de casa. Uma câmera de segurança registrou toda a ação dos policiais. Do outro lado, a PM afirma que teria recebido denúncias anônimas sobre bebedeira e som alto na madrugada.

Segundo o barbeiro Fabiano Ribeiro, ele estava sentado na calçada de casa com vizinhos, quando uma viatura da PM parou e perguntou quem era Fabiano. Quando ele se identificou, um dos policiais alegou que aquilo seria uma aglomeração de pessoas. Fabiano perguntou se três pessoas sentadas na calçadas era aglomeração, em seguida, um policial foi em sua direção e o ergueu da calçada, rasgando a camisa.

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Câmara de segurança registra detalhes da abordagem dos policiais (Foto: Câmeras de segurança/Reprodução/Instagram do denunciante)

O vizinho dele, que também estava sentado na calçada, tentou apaziguar a situação, mas foi surpreendido com tapas e empurrões. De acordo com as vítimas, em nenhum momento os dois apresentaram resistência ou desacato aos policiais.

Conforme o barbeiro, quando ele afirmou que havia câmeras de segurança, os policiais mudaram a postura, tentaram corrigir a ação e informaram que o levariam para a delegacia da cidade de Queimadas, na mesma região, para prestar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Câmeras de segurança/Reprodução/Instagram do denunciante)

Câmeras de segurança

O barbeiro publicou nas redes sociais as imagens da câmera de segurança da casa dele, onde mostram que ele e o vizinho são agredidos fisicamente e verbalmente pelos policiais. Amigos da vítima e vários usuários compartilharam os vídeos.

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Câmeras de segurança/Reprodução/Instagram do denunciante

Segundo Fabiano, a esposa dele correu para fora de casa e começou a filmar a ação dos policiais pelo celular dela e um deles tentou tomar dela o aparelho, mas ela se escondeu em casa.

“Ele foi atrás da minha esposa e chutou o portão da minha residência. Meu filho de 10 anos presenciou tudo o que passei, assim como meus vizinhos também. Minha esposa e minha vizinha foram xingadas. Outros vizinhos acordaram e todos vieram me defender”, relatou nas redes sociais.

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Câmeras de segurança/ Reprodução/ Instagram do denunciante

‘Orientação’ sobre depoimento

A caminho da delegacia, Fabiano gravou um áudio dentro da viatura, no qual consta que os policias tentaram mudar o seus depoimentos. Insistiram para que falassem ao delegado que estavam em uma “bebedeira, com som alto e aglomeração de pessoas”. O barbeiro não concordou e disse que falaria a verdade. Os policiais continuaram insistindo, alegando que se aquela versão fosse dita ele não teria problemas.

“Nós afirmamos a eles que não iríamos mentir, nem omitir o que realmente tinha acontecido. Eles estavam tentando impor isso sobre mim e meu vizinho antes de entrarmos na viatura, eu sabia que eles iriam continuar e coloquei o celular pra gravar quando a gente entrou na viatura”, disse Fabiano.

Ouça:

https://portalcorreio.com.br/wp-content/uploads/2020/04/WhatsApp-Audio-2020-04-08-at-19.40.01.mp3

Ele ainda afirmou que até essa quarta-feira (8), havia assinado apenas o TCO e que vai procurar a delegacia para registrar o Boletim de Ocorrência (BO) contra os policiais.

Polícia Militar

O comandante da 3ª Companhia Independente da PM, Major Figueiredo, responsável pela da cidade de Queimadas, contou ao Portal Correio que a polícia foi até o local após receber uma denúncia anônima, informando que um som alto estava incomodando a vizinhança por volta das 2h. A polícia se encaminhou para o local relatado na denúncia e procurou por Fabiano.

Segundo o comandante, uma sindicância foi aberta, apurando os fatos alegados e usando as imagens da câmera de segurança e depoimentos na investigação. Em cerca de 30 dias, a PM deverá concluir o caso.

O post Barbeiro diz ter sido agredido por dois policiais militares na PB apareceu primeiro em Portal Correio.

Últimas