Cidades Bayeux deve realizar eleições nesta segunda-feira

Bayeux deve realizar eleições nesta segunda-feira

Uma nova decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba determina que as

Portal Correio

Uma nova decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba determina que as eleições indiretas para escolha de prefeito e vice de Bayeux sejam realizadas imediatamente. Na noite desse sábado (15), atendendo pedido do vereador Adriano Martins (MDB), o desembargador Frederico Coutinho reformou a decisão da desembargadora plantonista Maria das Graças Morais. A apuração da informação é do blog da jornalista Sony Lacerda.

Leia também: AIJE em pauta no TSE pode tornar Ricardo Coutinho inelegível

Na decisão, o desembargador manteve a decisão do juiz da 4ª Vara Mista de Bayeux, Francisco Antunes Batista, que rejeitou pedido da vereadora Lucília Freitas (Democratas) para suspender as eleições indiretas, alegando falhas no Edital 01/2020, que trata das regras para o pleito.

A vereadora se inscreveu como candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pelo presidente da Câmara, Inaldo Andrade, candidato a prefeito. O juiz Francisco Antunes alegou que a vereadora já sabia que ocorreria eleição indireta e também que o partido havia lhe negado legenda para concorrer.

Já a desembargadora plantonista Maria das Graças Morais, na decisão, classificou de má conduta pela Câmara na realização das eleições e sugeriu que o presidente da Câmara de Bayeux, Inaldo Andrade, poderia ser afastado das funções.

As eleições indiretas em Bayeux estavam marcadas para o dia 9 deste mês, por determinação da Justiça. O município da Região Metropolitana de João Pessoa está sem prefeito desde o dia 14 de julho, quando Berg Lima, eleito em 2016, renunciou ao mandato. O vice, Luiz Antônio, foi cassado em outra decisão pela Câmara.

Últimas