Cidades Belo Horizonte faz repescagem da quarta dose. Veja outras capitais

Belo Horizonte faz repescagem da quarta dose. Veja outras capitais

Primeira dose é aplicada em crianças a partir dos 5 anos. Também haverá repescagem da terceira dose na capital mineira

  • Cidades | Do R7

Crianças precisam estar acompanhadas do responsável durante vacinação

Crianças precisam estar acompanhadas do responsável durante vacinação

Beth Santos/Prefeitura do Rio

A vacinação contra a Covid-19 avança em todo o país, e as capitais brasileiras imunizam novos grupos e faixas etárias nesta terça-feira (15).

Em Belo Horizonte, a prefeitura fará a repescagem de quarta dose para pessoas com alto grau de imunossupressão cuja data da dose adicional tenha completado quatro meses.

Confira como será a vacinação contra a Covid-19 em capitais brasileiras nesta terça-feira (15):

São Paulo

A Prefeitura de São Paulo vacina a população a partir dos 5 anos de idade. As crianças de 6 a 11 anos, incluindo as que possuem comorbidades, são vacinadas com o imunizante CoronaVac. O público de 5 anos de idade recebe a Pfizer pediátrica, bem como as crianças de 5 a 11 anos com alto grau de imunossupressão.

Adultos que receberam a segunda dose da vacina há pelo menos quatro meses podem procurar uma unidade para a aplicação da dose de reforço.

Para receberem a vacina, as crianças devem estar acompanhadas de um responsável adulto com documento de identificação, comprovante de residência e carteirinha de vacinação.

Adolescentes de 12 a 17 anos podem se vacinar desacompanhados, desde que levem uma autorização assinada por um responsável, conforme o modelo na página Vacina Sampa.

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro vacina meninas com 5 anos ou mais sem comorbidades. A primeira dose também é aplicada nas crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência e no público geral acima dos 12 anos.

A segunda dose segue disponível para a população a partir de 12 anos, desde que esteja elegível para a aplicação. Os adultos que tomaram a segunda dose da vacina há pelo menos quatro meses podem receber o reforço do imunizante

Belo Horizonte

A Prefeitura de Belo Horizonte fará repescagem da terceira dose para grupos prioritários e faixas etárias já convocados que tenham recebido a segunda dose há quatro meses. Também haverá repescagem de quarta dose para pessoas com alto grau de imunossupressão cuja data da dose adicional tenha completado quatro meses.

A capital vacina com a primeira dose as crianças com comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação, crianças sem comorbidades de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação.

Curitiba

A capital paranaense aplica a primeira dose em crianças com 5 a 11 anos e fará a repescagem para o público acima dos 12 anos.  

A segunda, terceira e quarta doses também serão aplicadas. Veja os públicos:

Segunda dose:

• Pfizer e CoronaVac: vacinados com a 1ª dose até 18 de janeiro;

• AstraZeneca: vacinados com a 1ª dose até 8 de janeiro; e

• dose de reforço da dose única para pessoas com 18 anos ou mais vacinadas com a Janssen até 20/12.

Terceira dose:

• todos com 18 anos ou mais vacinados com a 2ª dose (Pfizer, AstraZeneca ou CoronaVac) até 6/10.

Quarta dose:

• imunossuprimidos com 18 anos ou mais vacinados com o reforço até 18/10.

João Pessoa

A cidade de João Pessoa continua aplicando a primeira dose em crianças de 5 a 11 anos com comorbidade ou deficiência e no público a partir de 12 anos.

A quarta dose é oferecida aos imunossuprimidos cuja data da terceira tenha sido há pelo menos quatro meses. A prefeitura também aplica a segunda naqueles que tomaram a CoronaVac há mais de 28 dias, a Pfizer há 60 dias e a AstraZeneca há 90 dias.

A terceira dose será disponibilizada para o público acima de 18 anos e trabalhadores da saúde, desde que tenham cumprido quatro meses da segunda dose, e para os imunossuprimidos que concluíram o esquema vacinal há pelo menos 28 dias.

Últimas