Cidades Brasil soma mais nove medalhas no Sul-Americano de Esportes Aquáticos

Brasil soma mais nove medalhas no Sul-Americano de Esportes Aquáticos

O Brasil conquistou mais nove medalhas, nessa quinta-feira (18), no terceiro dia do Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos, realizado no Parque Olímpico da Juventude, em Buenos Aires (Argentina). A equipe brasileira de natação conseguiu sete medalhas na competição, e chegou ao total de 31 (oito ouros, 11 pratas e 12 bronzes). A próxima sexta (19) […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Satiro Sodré/Twitter/CBDA

O Brasil conquistou mais nove medalhas, nessa quinta-feira (18), no terceiro dia do Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos, realizado no Parque Olímpico da Juventude, em Buenos Aires (Argentina).

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio

A equipe brasileira de natação conseguiu sete medalhas na competição, e chegou ao total de 31 (oito ouros, 11 pratas e 12 bronzes). A próxima sexta (19) será o último dia de competições.

Ouros na natação

O grande destaque do dia foi Victor Baganha, que garantiu duas medalhas de ouro, nos 100 metros estilo borboleta e no revezamento 4×100 metros estilo livre, ao lado de Victor Alcará, Guilherme Caribé e Lucas Peixoto.

Em entrevista à Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), o atleta celebrou as conquistas: “Estou muito feliz com a minha participação no campeonato. São minhas primeiras medalhas em Sul-Americano absoluto, então é muito gratificante poder representar o Brasil desta maneira. Não atingi meus melhores tempos, mas tenho a certeza de que dei meu melhor e consegui sair muito satisfeito”.

Além das conquistas de Baganha, o Brasil garantiu, na natação, uma prata com Pedro Guastelli na prova dos 1500 metros estilo livre, uma prata com Luana Oliveira nos 100 metros estilo borboleta, uma prata com Maria Luiza Pessanha nos 200 metros estilo costas, um bronze com Alexia Assunção nos 200 metros estilo costas e um bronze com a equipe feminina do revezamento 4×100 metros estilo livre.

Nado artístico

O dia também foi de conquistas no nado artístico, com a prata de Julia Catharino na rotina livre para o solo e com o segundo lugar de Maria Bruno, Maria Clara Lobo, Vitória Casale, Luísa Rodrigues, Gabriela Regly, Anna Giulia Veloso, Jaddy Mila Portela e Jullia Catharino na rotina livre por equipes. A Colômbia ficou com o ouro e a Argentina com o bronze.

Últimas