Cidades Campina Grande disponibiliza três pontos fixos para vacinação contra gripe

Campina Grande disponibiliza três pontos fixos para vacinação contra gripe

A Prefeitura de Campina Grande disponibilizou três pontos fixos de imunização contra gripe, a partir desta terça-feira (1º), além das Unidades Básicas de Saúde, Centros de Saúde e Policlínicas.  Os pontos ficam no Centro de Tecnologia e Ciência (avenida Santa Clara S/N – São José), que funciona das 8h ao meio-dia; no Parque da Criança, […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Vacina contra Influenza não previne Covid-19, mas ajuda no diagnóstico (Foto: Divulgação/Secom-JP)

A Prefeitura de Campina Grande disponibilizou três pontos fixos de imunização contra gripe, a partir desta terça-feira (1º), além das Unidades Básicas de Saúde, Centros de Saúde e Policlínicas. 

Os pontos ficam no Centro de Tecnologia e Ciência (avenida Santa Clara S/N – São José), que funciona das 8h ao meio-dia; no Parque da Criança, também das 8h ao meio-dia; e na Uninassau (Liberdade), das 14h às 17h. 

São imunziados contra gripe, nesta etapa, os professores, profissionais de saúde, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias), pessoas a partir de 60 anos de idade e crianças de seis meses até menores de seis anos. Para os trabalhadores de saúde e os professores, é necessário apresentar a documentação que comprove a atuação profissional.

Esta etapa da Campanha de Imunização contra a Influenza vai até o dia 8 de junho. A terceira e última fase, que vai de 9 de junho a 9 de julho, vai atender pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, agentes de forças de segurança e salvamento, agentes penitenciários, detentos e jovens em medidas socioeducativas. Para as crianças, é necessário apresentar o cartão de vacinação. 

As pessoas que estão recebendo as doses da vacinação contra a Covid-19 devem observar o prazo para não coincidir o período das duas vacinas. É preciso que se obedeça um intervalo de 14 dias entre os dois imunizantes. O contrário também deve acontecer: quem receber a vacina contra a Influenza deve aguardar o mesmo período para ser imunizado contra o novo coronavírus. 

A campanha de vacinação contra a influenza acontece em todo o Brasil e tem como objetivo prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, fazendo com que os sintomas sejam mais leves. O imunizante protege da influenza B e dos dois tipos da Influenza A: H1N1 e H3N2

Últimas