Cidades Campinense vence e volta ao G4 após jogo tumultuado

Campinense vence e volta ao G4 após jogo tumultuado

Foram três gols, com muita emoção, confusão e jogo parado duramente por

Portal Correio

Foram três gols, com muita emoção, confusão e jogo parado duramente por dez minutos, além de três expulsões. Tudo isso aconteceu na etapa final da partida em que o Campinense venceu o Atlético de Cajazeiras por 2 a 1. O encontro valendo pela Série D do Campeonato BrasileiroCampeonato Brasileiro foi disputado neste sábado (31), no estádio Amigão, em Campina Grande, e colocou a Raposa no G4.

O primeiro gol do Campinense foi marcado pelo zagueiro Rômulo, aos 14 minutos, completando de cabeça um lançamento do meia Téssio. Um minuto depois, o Atlético marcou com o meia Diogo Peixoto chutando de fora da área para Rafael Ibiapino.

O jogo ficou eletrizante e aos 18 minutos o atacante Matheus Régis, que fez estreia com a camisa da Raposa, invadiu pela direta e fez o passe para o atacante Rafael Ibiapino, que tocou para as redes, fazendo 2 a 1. O Campinense soma 13 pontos e assume o quarto lugar o Grupo A3.

Confusão

Os dois times não fizeram boa apresentação no primeiro tempo, especialmente o Campinense. Mesmo sendo o dono do mando de campo, o time da Raposa economizou nas jogadas de linha de frente. Com isso, o Atlético acabou sendo mais contundente e por diversas vezes esteve mais perto de marcar. Mas o placar de 0 a 0 não foi modificado na etapa inicial.

Além da festa com a bola na rede, teve muita confusão, a partir dos 20 minutos. A partida ficou paralisada durante 10 minutos no que resultou nas expulsões do treinador do Atlético, Celso Teixeira, e de dois jogadores: Echeverria do Campinense e Testinha do Atlético.

Tudo começou depois de uma tentativa de cobrança de lateral pelo jogador Alex Travassos, para o Campinense. O treinador do Atlético, Celso Teixeira, saiu de sua área de trabalho para obstruir o deslocamento do atleta. A confusão se estabeleceu e a arbitragem teve muito trabalho para controlar as ações, com jogadores e as comissões técnicas se envolvendo no tumulto durante 10 minutos.

O Campinense venceu utilizado Welligton Lima, Alex Travassos (Alex Murici), Rômulo Costa, Anderson Schmoeller e Fabinho; Bruno Menezes, Allef Diego (Matheus Régis), Téssio e Echeverría; Jobson (Fábio Júnior) e Rafael Ibiapino (Claudio Baiano).

O Atlético de Cajazeiras perdeu mais uma com Remerson, Michel (Filipinho), Wesley, Egon e Davi; Peu (Diogo Peixoto), Jean Santos (Custódio), Iranílson (Pachu) e Patrick; Testinha e Bruno Gonçalves (Guilherme).

O jogo foi comandado por Thayslane de Melo Costa (SE) e os assistentes Paulo Ricardo Alves e Rafael Guedes (PB).

O Campinense joga sábado (7), contra O Floresta-CE, no Ceará. O Atlético vai pegar o Guarany-CE, em Sousa.

*Por: Franco Ferreira

Últimas