Cidades Cesta mais cara em CG compromete quase 60% do salário mínimo

Cesta mais cara em CG compromete quase 60% do salário mínimo

Já está disponível no site do Procon Campina Grande a nova pesquisa

Portal Correio

Já está disponível no site do Procon Campina Grande a nova pesquisa de preços da cesta básica regional. Para o mês de novembro, o campinense pagou um valor médio de R$ 607,40. Em comparação com o mês de outubro, que teve preço de R$ 584,72, constata-se um aumento de R$ 22,68, ou seja, 3,9%. A pesquisa de preços foi realizada no período de 6 a 11 de novembro em 60 supermercados da cidade.

Veja aqui todos os preços e locais pesquisados

Considerando o rendimento familiar de quem ganha um salário mínimo (R$ 1.045), o comprometimento foi de aproximadamente 58,1%, restando 41,9%, que é o equivalente em termos absolutos a R$ 437,60, destinados a outras despesas.

Com relação aos produtos que apresentaram maior diferença de preços entre os supermercados visitados estão o mamão, com quilo que chega a variar de R$ 1,49 a R$ 6,99, e o pacote com quatro unidades de papel higiênico, que chega a custar de R$ 1,55 a R$ 5,49.

Já os produtos do grupo de carnes e derivados apresentaram a menor variação de preços: a dúzia de ovos brancos (36,46%), o quilo da carne de sol (39,71%) e o quilo da carne de frango (54,79%).

Últimas