Coronavírus

Cidades Confira o cronograma de vacinação nesta sexta (25) em dez capitais

Confira o cronograma de vacinação nesta sexta (25) em dez capitais

Em SP, dezenas de postos registraram falta de vacinas. Cuiabá, Recife, Porto Alegre e Salvador retomam após chegada de lotes

Campanha de vacinação contra a covid-19 sofre interrupções por falta de doses

Campanha de vacinação contra a covid-19 sofre interrupções por falta de doses

Evgenia Novozhenina/Reuters - 24.06.2021

A vacinação contra a covid-19 ainda enfrenta problemas em muitas cidades brasileiras por causa da falta de doses. Em algumas capitais, a vacinação foi suspensa. Outras pretendem retomar a imunização nesta sexta-feira (25), após a chegada de mais remessas dos medicamentos.

No Brasil, foram vacinados cerca de 68,5 milhões de pessoas com a primeira dose e mais 25 milhões também com a segunda dose contra a doença em todo o Brasil.

São Paulo

De acordo com o calendário divulgado pela Prefeitura de São Paulo, em seu site oficial, as pessoas com 47 anos devem ser vacinadas a partir desta sexta-feira (25). Na próxima semana, será iniciada a imunização dos paulistanos com menos de 46 anos.

Os moradores da capital paulista também podem acompanhar o andamento das filas nas unidades de saúde em que a imunização é realizada pela plataforma De Olho na Fila. Segundo o "Filômetro", passou de cem o número de postos da capital paulista que registraram falta de vacinas na quinta-feira (24) e precisaram esperar pelo abastecimento de doses.

A expectativa da prefeitura municipal é que último grupo de pessoas, com 18 e 19 anos, comece a ser vacinado no dia 13 de setembro.

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro inicia, nesta sexta-feira, a vacinação de mulheres com 48 anos, além de gestantes e puérperas (que tiveram filhos nos últimos 45 dias).

Também já estão sendo imunizados os profissionais  que trabalham na limpeza urbana do Rio. Todos os garis e agentes da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) devem ser vacinados até o sábado (26).

A expectativa da prefeitura carioca é vacinar toda população adulta pelo menos com a primeira dose da imunização contra covid-19 até o final de agosto.

Divulgação/Prefeitura do Rio

Curitiba

A Prefeitura de Curitiba deve iniciar nesta sexta-feira (25) a vacinação de pessoas com 49 anos ou mais e para aqueles com 48 anos completos ou mais no sábado (26/6). A ampliação foi possível porque existe a expectativa da cidade receber 56 mil doses do governo do estado. 

Para tomar a vacina, é preciso apresentar documento de identificação com foto e um comprovante de residência com endereço de Curitiba (no caso de estar no nome do cônjuge, deve ser apresentada também certidão de casamento ou de união estável).

Também é necessário fazer o cadastro antecipado na plataforma Saúde Já, pelo site ou pelo aplicativo do celular.

Porto Alegre

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre informou que novas remessas de vacinas devem chegar ao município nesta sexta-feira (25). Por isso, as definições de locais e público-alvo para retomada da imunização com a primeira dose devem ser informadas ao longo do dia.

Nesta sexta-feira, a prefeitura municipal manteve a vacinação para pessoas que precisam fazer a segunda dose e completar o esquema vacinal.

Cuiabá

A Prefeitura de Cuiabá informou que a campanha de vacinação na capital mato-grossense vai prosseguir nesta sexta-feira no Senai em razão da chegada de uma nova remessa de imunizantes. 

Também será feita a imunização do grupo de lactantes, pessoas com a segunda dose atrasada de Coronavac e professores do Ensino Básico.

No entanto, todos os outros quatro polos de vacinação na cidade (Sesi Papa, estacionamentos da Assembleia Legislativa e da Universidade Federal de Mato Grosso e o Sesc Balneário) seguirão com as atividades suspensas.

Ainda com a chegada das novas doses, no sábado (25), todos os polos de vacinação voltarão a funcionar normalmente. As pessoas que estavam agendadas para o recebimento da primeira dose devem comparecer ao polo para o qual foi agendado para receber o imunizante.

Salvador

A Prefeitura de Salvador pretende retomar a estratégia de vacinação, nesta sexta, com pessoas a partir dos 46 anos para a aplicação da primeira dose, após dois dias de suspensão da campanha.

A gestão municipal informa ainda que "já foram imunizados aqueles que precisavam completar o esquema vacinal com a data marcada até 30 de junho".

Recife

A capital do estado de Pernambuco, que recebeu a primeira remessa de vacina da Janssen e mais doses da Coronavac, deve vacinar, nesta sexta-feira, as pessoas com 43 anos ou mais.

Segundo a Prefeitura de Recife, os seguintes grupos prioritários também podem fazer o cadastro para, posteriormente, agendar a vacina: trabalhadores da indústria e construção civil sediadas no município do Recife com 40 a 59 anos, trabalhadores de assistência social, caminhoneiros, membros das forças de segurança e salvamento, trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, profissionais da educação, do transporte público e população em situação de rua.

Fortaleza

Em Fortaleza, a sexta-feira será reservada para uma nova oportunidade de imunização para quem perdeu a data agendada da segunda dose da CoronaVac ou ultrapassou a data limite que consta no cartão de vacinação.

Para esse público, a dose está disponível nos pontos de vacinação dos quatro Cucas (Mondubim, Barra do Ceará, Jangurussu e José Walter) e no Sesi Parangaba. O atendimento é das 9h às 17h.

A cidade já tem mais de 968 mil vacinados com a primeira dose do imunizante, segundo informações publicadas no site da prefeitura da capital cearense.

Belém

A Prefeitura de Belém, capital paraense, afirmou que está avançando na campanha de vacinação a medida que novos lotes chegam à cidade.

Agora, é a vez dos rodoviários receberem a primeira dose da vacina até sábado (26). Diferentemente de outros cronogramas, esta vacinação é com lista fechada, ou seja, os nomes das pessoas que devem ser imunizadas foram repassados pela própria categoria.

A partir desta listagem, a Sesma (Secretaria Municipal de Saúde) define o número de doses destinadas ao grupo de trabalhadores.

São Luís

São Luís, capital do Maranhão, que vive uma realidade diferente em relação à vacinação se comparada com outras metrópoles no país, já se tornou a primeira capital brasileira a encerrar a vacinação de jovens de 18 anos sem comorbidades.

Assim, a Prefeitura de São Luís se prepara para as próximas etapas da campanha e deve priorizar a vacinação das pessoas que não conseguiram se imunizar no prazo. O site da Prefeitura de São Luís contém mais informações sobre o cronograma.

Últimas