Cidades Conselho Regional de Educação Física interdita cinco academias no interior da Paraíba

Conselho Regional de Educação Física interdita cinco academias no interior da Paraíba

O Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região (Cref10) interditou cinco academias no interior da Paraíba, após ação conjunta com o Procon e a Vigilância Sanitária. As fiscalizações aconteceram na semana passada, mas os resultados da operação só foram divulgados nesta segunda-feira (26). Ao todo, 42 estabelecimentos dos municípios de Patos, Taperoá, Pombal, Soledade […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio

O Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região (Cref10) interditou cinco academias no interior da Paraíba, após ação conjunta com o Procon e a Vigilância Sanitária. As fiscalizações aconteceram na semana passada, mas os resultados da operação só foram divulgados nesta segunda-feira (26). Ao todo, 42 estabelecimentos dos municípios de Patos, Taperoá, Pombal, Soledade e Juazeirinho foram vistoriados.

A maioria dos estabelecimentos fiscalizados é da cidade de Patos. Das 31 academias vistoriadas, 18 apresentaram algum tipo de irregularidade. Os problemas mais comuns foram: pessoa física atuando sem registro, ausência de profissional no horário de funcionamento, credenciamento vencido, estagiários em situação irregular e funcionamento em local diferente do que está registrado no Conselho Regional de Educação Física. Três estabelecimentos sem registro foram interditados e cinco pessoas foram flagradas exercendo ilegalmente a profissão de educador físico.

Além disso, a Vigilância Sanitária e o Procon Municipal de Patos identificaram vários descumprimentos dos protocolos de biossegurança, como a falta de álcool em gel 70% ou quantidade insuficiente, e a falta de aferição da temperatura dos alunos (ou visitantes) na entrada das academias. Os locais que estavam descumprindo as medidas foram notificados.

Em Taperoá, um estabelecimento foi interditado por ser reincidente na infração de ausência de profissional durante o seu horário de funcionamento. Já em Pombal, outro local foi interditado por não ter registro e não ter profissional de Educação Física orientando os alunos.

Em Soledade e Juazeirinho não foram encontradas irregularidades.

Últimas