Cidades Coronavírus: Pessoas com sintomas leves devem ficar em casa, diz Saúde

Coronavírus: Pessoas com sintomas leves devem ficar em casa, diz Saúde

Pessoas que apresentem sintomas leves como febre baixa ou dor de garganta O post Coronavírus: Pessoas com sintomas leves devem ficar em casa, diz Saúde apareceu primeiro em Portal Correio.

Portal Correio

Pessoas que apresentem sintomas leves como febre baixa ou dor de garganta moderada devem ficar em casa e evitar clínicas, hospitais ou unidades de saúde, até a melhora do quadro clínico (máximo de 14 dias). A determinação é do Ministério da Saúde e foi reafirmada pelo secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, durante entrevista na noite dessa quarta-feira (18) ao Balanço Geral da Rede Correio Sat.

Leia também

Saiba como se proteger e onde ter atendimento para coronavírus Veja aqui as últimas notícias sobre o coronavírus Álcool gel é eficaz na prevenção ao coronavírus, afirma conselho

Apesar da medida causar medo em muita gente, o secretário informou que 85% dos pacientes com sintomas suspeitos de coronavírus são tratados em casa, desde que obedeçam a recomendação de isolamento domiciliar. Essas medidas têm sido amplamente divulgadas pelos órgãos de Saúde. Esses pacientes podem não ser testados para a Covid-19, que é a doença provocada pelo vírus, porque não há kits suficientes para exames, um problema que ocorre em todo mundo.

Com sintomas leves, o paciente se recupera em casa, isolado, tomando líquidos, mantendo a alimentação saudável reforçada e com repouso, já que o sistema imunológico do corpo se encarrega de fazer a defesa porque não há remédios para cura, apenas para amenizar desconfortos.

Caso a pessoa apresente febre alta e falta de ar, que é a dificuldade para respirar, deve procurar atendimento médico imediatamente e será tratado como manda o protocolo do Ministério da Saúde para coronavírus. Esses pacientes são testados para o novo vírus e independentemente do tempo que demore para se ter os resultados, eles são atendidos, isolados e podem até mesmo ser internados.

Só deve procurar urgência médica quem apresentar:

Febre alta e sintomas de gripe como tosse e dificuldade de respirar

Nos últimos 14 dias tenha histórico de viagem para área de transmissão local

Tenha feito contato próximo com caso suspeito ou confirmado do novo coronavírus

Devido à alta demanda, o Instituto Evandro Chagas, em Belém (PA), referência regional para exames do coronavírus, está demorando em torno de sete dias para apresentar os resultados. O Governo da Paraíba deve dar início, nos próximos dias, à utilização do Laboratório Central (Lacen-PB) para realização de testes, conforme autorização já emitida pelo Ministério da Saúde nessa quarta-feira (18). A medida deverá acelerar a entrega de resultados.

“Preciso tranquilizar a população: a demora do exame não modifica em nada a conduta e o manuseio desses pacientes”, disse o secretário na entrevista, explicando que o paciente é orientado desde o momento em que os sintomas são identificados.

Quem precisar de informações sobre sintomas, pode recebê-las por telefone. Os números divulgados pelo Governo do Estado são: 99146-9790/99146-9250/99147-0810.

O estado está preparado, diz secretário

A recomendação da Secretaria Estadual de Saúde (SES), em casos suspeitos da doença, com agravamento de sintomas, é que os pacientes se dirijam a qualquer unidade de saúde do estado, mas se houver confirmação da doença Covid-19, em João Pessoa, com sintomas graves, o Hospital de Doenças Infecto-Contagiosas Clementino Fraga e o Hospital Universitário Lauro Wanderley são especializados. Já em Campina Grande, o Hospital Dom Pedro I estará recebendo essas demandas, além de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Segundo a Secretaria de Saúde da Paraíba, o estado tem 205 hospitais, públicos e privados, com mais de 8 mil leitos instalados, além dos 600 de UTIs. Mais de 6 mil leitos são do Sistema Único de Saúde (SUS).

A SES trabalha em um plano de contingência organizado em oito ondas, cada uma com 30 leitos de isolamento e 10 de UTI. À medida que forem surgindo novos casos, esse número vai aumentando. “Lembramos que pacientes com coronavírus precisam ser tratados em centros de referência, mas afirmamos que todas as unidades hospitalares estão preparadas para receber pacientes”, disse o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros.

Saiba mais sobre o coronavírus

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação/Sistema Correio de Comunicação

O post Coronavírus: Pessoas com sintomas leves devem ficar em casa, diz Saúde apareceu primeiro em Portal Correio.

Últimas