Primeiro ponto de coleta de óleo sustentável em Pelotas

Mais 100 pontos de coleta devem ser instalados no município

Para descartar o óleo, o SANEP disponibiliza bombona e funil

Para descartar o óleo, o SANEP disponibiliza bombona e funil

Angélica Silveira / Especial / CP

Desde essa quinta-feira, Pelotas já conta com o primeiro ponto de coleta de óleo de cozinha usado. A estrutura está instalada no Mercado Central, com entrada pela rua Tiradentes no Centro da cidade. Pelo projeto do Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (SANEP), serão instalados mais 100 pontos de coleta pelo município.

Somente na próxima semana devem ser instaladas estruturas nos quatro ecopontos, nas seis cooperativas de reciclagem e nos dois prédios públicos do Sanep, localizados na avenida Duque de Caxias, 77 e na rua Almirante Tamandaré, 140. Entre os dias 7 e 11 de outubro inicia a distribuição em 80 escolas participantes do projeto de reciclagem “Adote uma Escola”. Após, será a vez de postos de combustíveis e supermercados parceiros.

Para descartar o óleo, o Sanep disponibiliza bombona e funil, basta que a população utilize uma garrafa reutilizável e despeje o óleo na bombona. O óleo arrecadado nos pontos de coleta será transformado em detergente, sabão em barra e pasta. Parte do produto retornará para as escolas para uso interno, gerando economia ao município. O restante será comercializado pela cooperativa gerando renda as famílias. O projeto terá um investimento de R$ 500 mil.

O Sanep está montando uma usina de óleo que será operada por integrantes da cooperativa Nova Esperança. Eles são conveniados ao Sanep com contratos que garantem a cobertura de despesas administrativas, operacionais e com o pessoal. Mensalmente, a cooperativa realiza a prestação de contas com a apresentação de documentos para comprovar as despesas para que o Sanep possa repassar até R$ 15 mil. A logística de coleta de óleo é organizada pelo órgão que encaminhará tudo para a usina de óleo.