Coronavírus

Cidades Covid: Saiba quem pode se vacinar em 12 capitais brasileiras hoje

Covid: Saiba quem pode se vacinar em 12 capitais brasileiras hoje

São Paulo já vacinou, com uma ou duas doses, 6,5 milhões de habitantes. São Luís (MA) deve ser 1ª capital a encerrar imunização

  • Cidades | Do R7

Mais de 109 milhões de doses foram distribuídas pelo país até o momento

Mais de 109 milhões de doses foram distribuídas pelo país até o momento

Carla Carniel/Reuters - 07.06.2021

A vacinação contra a covid-19 prossegue pelo país, com 109,4 milhões de doses distribuídas, segundo o Ministério da Sáude. Até esta segunda-feira (14), o Brasil já havia aplicado 78,1 milhões destas doses.

O calendário depende da definição de cada município, os quais, normalmente, primeiro aplica os fármacos em pessoas com comorbidades e profissionais das áreas da saúde, educação e segurança.

Abaixo, veja como está o ritmo de imunização em 12 capitais brasileiras.

São Paulo (SP)

A capital paulista começou na segunda-feira (14) a imunizar pessoas entre 58 e 59 anos sem comorbidades, e esta faixa etária permanece nesta terça.

A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) recomenda que a ida aos locais de vacinação aconteça de maneira gradual, evitando aglomerações nos postos, e com o pré-cadastro no site Vacina Já preenchido, para agilizar o tempo de atendimento. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço completo, telefone e data de nascimento para concluir o cadastro.

Até domingo (13), foram imunizadas 5.607.714 pessoas contra a covid-19 na capital paulista, sendo 3.936.037 com a primeira dose e 1.671.677 com a segunda dose, que concluíram o esquema vacinal.

Rio de Janeiro (RJ)

No Rio de Janeiro (RJ), serão vacinadas contra a covid-19 as pessoas com 52 anos de idade. As mulheres serão atendidas no turno da manhã, de 8h às 13h, enquanto homens devem ir aos locais de vacinação à tarde, de 13h às 17h. Na quarta-feira (15), serão imunizados os profissionais da educação do Ensino Superior e cursos profissionalizantes. Na quinta (16), será a vez das pessoas com 51 anos serem vacinadas.

Para receber a primeira dose do imunizante, é necessário levar documento de identificação original com foto, número do CPF e, se possível, a carteira de vacinação. Já para quem recebe a segunda dose, é importante levar o comprovante da primeira aplicação.

Belo Horizonte (MG)

Em Belo Horizonte, a vacinação para trabalhadores da saúde de 60 anos ou mais, que começou na segunda (14), assim como para gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto independentemente da evolução da gestação) com comorbidades, continua nesta terça-feira (15).

Desde sábado (12), os postos de saúde estão vacinando pessoas com 57, 58 e 59 anos sem comorbidades. Os caminhoneiros, entre 18 e 59 anos completos até 30 de junho, registrados ou que trabalham para empresas de Belo Horizonte também têm direito a receber a 1ª dose.

Brasília (DF)

Em Brasília o agendamento da vacinação está disponível para pessoas entre 50 e 59 anos, rodoviários, pessoas com comorbidades e grupos prioritários. Para receber a dose, é necessário agendar data e horário no site da SES (Secretaria de Saúde) e escolher o ponto de imunização.

Ao todo, o Distrito Federal vacinou 757.213 pessoas com a 1ª dose e 327.210 já receberam a 2ª dose.

Porto Alegre (RS)

Desde sábado (12), homens e mulheres com 54 anos ou mais sem comorbidades e professores e profissionais da rede de ensino municipal, comunitária, estadual ou privada, bem como de ensino superior ou profissionalizante, podem receber a primeira dose da vacina contra covid-19 na capital gaúcha.

Além destes grupos, pessoas com mais de 18 anos com comorbidades e deficiências permanentes também podem ser imunizadas.

Diferente de outras capitais, em Porto Alegre não é necessário fazer um pré-agendamento. Até sexta-feira (11), 567.536 pessoas haviam recebido a 1º dose e 319.068 completaram imunização contra a covid-19.

Curitiba (PR)

A Prefeitura de Curitiba começou nesta segunda-feira (14) a vacinação gestantes e puérperas, professores e trabalhadores da Educação Básica com 38 anos completos ou mais, profissionais de Saúde com registro em conselho de classe, pessoas com deficiência (18 anos ou mais) e pessoas com comorbidades (entre 18 e 59 anos).

Com anúncio nesta segunda, a capital paranaense vacinará, a partir desta terça (15), professores e demais trabalhadores das instituições de ensino superior, tanto da rede pública quanto da rede privada. Para realizar o pré-cadastro exigido pela prefeitura, acesse o site Saúde Já.

Até o momento, 603.520 pessoas receberam a 1º dose e 232.220 a 2º dose, completando o esquema de imunização.

Cuiabá (MT)

Cuiabá continua vacinando todos os grupos prioritários já liberados no PNI (Plano Nacional de Vacinação), além dos trabalhadores da Educação e pessoas sem comorbidades a partir dos 55 anos. Porém, exige que tenham feito o pré-cadastro no site da prefeitura.

No dia da vacinação, a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado.

Salvador (BA)

A capital baiana vacina hoje pessoas que precisam da 2ª dose de Oxford ou CoronaVac com data programada entre 14 e 24 de junho. A aplicação da 1ª dose para os públicos prioritários foi suspensa nesta segunda-feira (14) e, segundo a prefeitura, retornará “em breve”.

Os pontos de vacinação por demanda aberta para antecipação da 2ª dose da vacina de Oxford funcionarão das 08h às 16h. Os locais para administração da dose complementar da Coronavac também funcionarão das 08h às 16h. Todos os pontos de imunização entre drives e postos fixos funcionarão exclusivamente para fechamento do esquema vacinal.

São Luís (MA)

Em São Luís, a vacinação contra a Covid avança por faixa etária. Duas idades têm sido chamadas por dia, e o calendário de vacinação já foi divulgado pela capital maranhense até a próxima quarta-feira (16). Nesta terça-feira (15), serão vacinados os adultos sem comorbidades entre 26 e 27 anoss; na quarta-feira (16), serão vacinadas as pessoas com 24 e 25 anos.

A Prefeitura de São Luís já abriu o cadastro para pessoas com 18 anos na plataforma VacinaSãoLuís e nos próximos dias anunciará o calendário de vacinação para esse público. Com isso, São Luís deve ser a primeira capital do país a vacinar toda a população adulta contra a Covid-19.

Fortaleza (CE)

Na capital cearense a aplicação é feita por agendamento, em ordem decrescente de idade, de pessoas de 59 anos até chegar aos 18 anos. 

A vacinação, que está na 4ª etapa na cidade, já inclui: Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas; pessoas em situação de rua; população privada de liberdade; funcionários do sistema de privação de liberdade; trabalhadores da educação do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA); e trabalhadores da educação do ensino superior.

Para fazer o agendamento, o fortalezense deve se cadastrar no sistema da prefeitura. Após a conclusão do preenchimento dos dados, o usuário deve checar o e-mail de confirmação para a finalização dessa etapa.

Belém (PA)

A partir desta segunda-feira (14) a Sesma (Secretaria Municipal de Saúde) de Belém avançou com a vacinação por idade de pessoas sem comorbidade. Entre esta terça-feira (15) e quarta-feira (16), serão vacinadas as pessoas de 56 e 57 anos.

Para receber a vacina é necessário levar CPF, RG, Cartão do SUS e comprovante de residência de Belém. Os postos e pontos de vacinação funcionam das 9h às 17h. Ao todo, Belém já aplicou mais de 540 mil doses, segundo a prefeitura.

Manaus (AM)

Manaus realizou no último final de semana um mutirão para vacinar as pessoas 45 a 51 anos no sábado (12) e de 40 a 44 anos no domingo (13). A imunização desse público se estende ao longo desta semana.

A prefeitura orienta a população a fazer o registro no sistema Imuniza Manaus para facilitar o atendimento nos pontos de vacinação. No ato da vacinação, é necessário apresentar documento de identificação original, com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia) que demonstre que o usuário é morador de Manaus.

Últimas