Cidades Criciúma: perícia analisa material genético deixado por quadrilha

Criciúma: perícia analisa material genético deixado por quadrilha

Ainda não se sabe, porém, quantos suspeitos podem ser identificados a partir desta investigação, nem a previsão para divulgação dos resultados

  • Cidades | Do R7

Roubo a banco ocorreu durante madrugada do dia 1º de dezembro

Roubo a banco ocorreu durante madrugada do dia 1º de dezembro

Caio Marcelo/Agif/Estadão Conteúdo - 01.12.2020

O IGP (Instituto Geral de Perícias) de Santa Catarina está analisando vestígios biológicos e impressões digitais deixados pela quadrilha que assaltou uma agência bancária em Criciúma no início deste mês.

Ainda não se sabe, porém, quantos suspeitos podem ser identificados a partir desta investigação, uma vez que os materiais coletados podem ser da mesma pessoa ou de um grupo maior.

Após a coleta dos vestígios biológicos no local do crime e em um veículo, que ocorreu na primeira semana, o órgão está atualmente na fase de processamento desses vestígios.

Por se tratarem de vestígios diferentes, como informa o IGP, será demandado um tempo de análise específico para cada um dos materiais, e ainda não há resultados divulgados sobre estas investigações.

Últimas