Cidades Defensoria Pública discute violência doméstica em lives no Instagram

Defensoria Pública discute violência doméstica em lives no Instagram

A Defensoria Pública do Estado (DPE-PB) vai transmitir, nesta quarta (15) e

Portal Correio

A Defensoria Pública do Estado (DPE-PB) vai transmitir, nesta quarta (15) e quinta-feira (16), no Instagram (@defparaiba), lives com temáticas envolvendo violência doméstica. A iniciativa faz parte das ações de promoção da campanha “Sinal vermelho contra a violência doméstica”, que incentiva mulheres em situação de violência a pedirem ajuda nas farmácias do país.

Na quarta, a defensora pública Naiara Dela-Bianca, da 3ª Vara de Sapé, entrevista a coordenadora de Defesa da Mulher da DPE-PB, Fátima Diniz. Elas vão conversar sobre a “Atuação da Defensoria Pública no âmbito da violência doméstica e familiar contra a mulher”. A transmissão terá início às 19h.

“Na Defensoria Pública, as mulheres vítimas de violência têm garantida a assistência judiciária gratuita, mediante atendimento específico e humanizado. E é sobre isto que nós vamos falar”, adianta a defensora pública Fátima Diniz.

Já na quinta, o tema “Masculinidades: novas implicações para o homem contemporâneo” será tratado pelo psicólogo Felipe Pê, com a condução do defensor público Marcos Freitas (Necid/CG). “O papo gira em torno de uma autocrítica acerca de comportamentos masculinos que fomentam a violência de gênero e como tais comportamentos podem ser desconstruídos”, adianta Marcos.

‘Sinal vermelho contra a violência doméstica’

A campanha propõe um gesto silencioso para que mulheres em situação de violência possam denunciar. O protocolo é simples e exige dois gestos apenas: para a vítima, fazer um “X” nas mãos, que pode ser feito com caneta ou mesmo um batom, e para a farmácia, uma ligação.

Com o nome e endereço da mulher em mãos, os atendentes das farmácias e drogarias que aderiram à campanha ligam imediatamente para o disque 190 para reportar a situação. O projeto conta com a parceria de 10 mil farmácias e drogarias em todo o país.

Veja a lista de redes de farmácia que aderiram à campanha

A campanha promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) é nacional e conta, na Paraíba, com o apoio dos Poderes Judiciário e Executivo, além de diversos órgãos e instituições, como a DPE-PB.

Últimas