Cidades Deputada Tábata Amaral visita Paraíba nesse fim de semana

Deputada Tábata Amaral visita Paraíba nesse fim de semana

A deputada federal Tábata Amaral (PDT-SP), uma das autoras do projeto que

Portal Correio

A deputada federal Tábata Amaral (PDT-SP), uma das autoras do projeto que cria a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet na Câmara, desembarcou na Paraíba no último fim de semana. A família do pai da parlamentar é de Itabaiana. Ela veio acompanhada do namorado, o deputado federal João Campos (PSB-PE), filho do ex-deputado federal Eduardo Campo. Eles estiveram em Cabaceiras, visitando o Lajedo de Pai Mateus, e a Fazenda Carnaúba, em Taperoá. As informações são da jornalista Sony Lacerda, do Sistema Correio de Comunicação, e estão disponíveis em seu blog.

Leia também: Presidente do Supremo Tribunal Federal é internado em Brasília

Ela postou fotos em seu Instagram e escreveu: “Minha mãe é de Iaçu, na Bahia, e a família do meu pai, de Itabaiana, na Paraíba. Assim como minha mãe, meu pai era doido pela natureza. Em uma dessas coincidências inusitadas da vida, nesse final de semana pude conhecer o sertão paraibano”.

Tábata complementou: “Tudo o que aprendi aqui me lembrou que somos fortes e sabemos resistir, mesmo quando temos que enfrentar o egoísmo dos que estão no poder. O que vi no Lajedo de Pai Mateus e o que ouvi na Fazenda Carnaúba me trouxeram muita motivação pra lutar por todas as mudanças que, com humildade e coragem, nós ousamos sonhar.

Ela agradeceu a João Campos, que é natural do vizinho estado de Pernambuco, por trazê-la. “Muito obrigada, @joaocampos, por estar aqui comigo e me mostrar que podemos transformar a dor e a falta que sentimos dos nossos pais em saudade e muita gratidão”.

Agradecimento

Ela encerrou a postagem, agradecendo”. “Muito obrigada também a todos que nos receberam com tanto carinho na Fazenda Carnaúba. Vocês são um grande exemplo da potencialidade do semiárido brasileiro, que se realiza quando a engenhosidade humana é posta pra criar condições para a convivência com a seca, valorizando a cultura sertaneja e trazendo desenvolvimento social e econômico. Deixo aqui meus sentimentos pelo falecimento de Manelito Dantas. Talvez levemos algum tempo ainda, mas as ideias visionárias que ele e Ariano Suassuna tinham para o nosso sertão ainda darão muitos frutos”.

Últimas