DF recebe denúncias de pessoas trabalhando com suspeita de Covid

Vigilância Sanitária registrou queixas sobre funcionários do comércio que não foram afastados, mesmo com sintomas da doença respiratória 

Decreto obriga afastamento de pessoas sintomáticas

Decreto obriga afastamento de pessoas sintomáticas

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Vigilância Sanitária do Distrito Federal recebeu 77 denúncias sobre funcionários do comércio que não foram afastados do trabalho, mesmo com sintomas semelhantes à covid-19, ao longo do mês de junho.

De acordo com informações divulgadas pelo órgão, nesta segunda-feira (20), 14% dos registros tinham procedência. 

Com isso, 11 estabelecimentos comerciais “serão intimados a cumprir as regras de segurança sanitária”. Além disso, um decreto do governo local obriga o afastamento quando o trabalhador apresentar febre ou estado gripal. 

Portal R7: acompanhe a cobertura da pandemia do novo  coronavírus 

“A empresa deverá apresentar os registros dos testes para o coronavírus dos trabalhadores e da desinfecção do local. O não cumprimento da intimação acarreta auto de infração e interdição do estabelecimento até que se cumpra as exigências”, diz a Secretaria de Saúde do DF.

O Distrito Federal, que é o 9º ente mais afetado pela pandemia, acumula 1.085 mortes e 82.412 casos confirmados de covid-19, segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde.