Diário Digital “A situação da periferia de Campo Grande é lamentável”

“A situação da periferia de Campo Grande é lamentável”

“Campo Grande não avançou nos últimos anos. É uma cidade que está parada no espaço e no tempo, somos agora uma Capital extremamente ultrapassada”. Com essa afirmação o candidato a prefeito pelo PDT, Dagoberto Nogueira Filho, resumiu o motivo pelo qual pretende ser gestor da cidade a partir de 2021. Ele foi o décimo quinto […] O post “A situação da periferia de Campo Grande é lamentável” apareceu primeiro em Diário Digital.

“Campo Grande não avançou nos últimos anos. É uma cidade que está parada no espaço e no tempo, somos agora uma Capital extremamente ultrapassada”. Com essa afirmação o candidato a prefeito pelo PDT, Dagoberto Nogueira Filho, resumiu o motivo pelo qual pretende ser gestor da cidade a partir de 2021. Ele foi o décimo quinto candidato a participar da Rodada de Entrevistas promovida pela Rede MS encerrado a série que começou no dia 19 de outubro.

Dagoberto Nogueira Filho é formado em Direito e Administração, já foi deputado estadual, secretário estadual em três pastas, diretor do Detran/MS e atualmente cumpre seu terceiro mandato como deputado federal. Se for eleito, tem como uma das prioridades fazer mudanças no transporte coletivo da Capital. “Nós vamos rever esse contrato com o consórcio e se eles não se enquadrarem, vamos abrir a caixa-preta do transporte coletivo. Eles fazem o que querem com o usuário: preço, itinerário, integração, tudo é do jeito deles e assim não vai ficar”, afirma. Ele ressaltou ainda que caso não haja acordo para mudanças, vai criar a Companhia Municipal de Transporte.

Outra crítica foi para mais um serviço regulado: o de coleta e destinação do lixo. “Eu vou rever também essa licitação do lixo. Não concordo com esses contratos de 20, 25 anos sendo que o serviço não é eficiente e me cheira coisa errada”, ressalta. Caso seja eleito, vai retomar também as atividades com as cooperativas de materiais recicláveis que foram desativadas e agora são coordenadas pelo atual consórcio que opera o serviço.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Fotos: Luciano Muta)

“A situação da periferia de Campo Grande é lamentável. Quero concluir obras paradas das creches e ampliar o número nas Emei’s e também das escolas de tempo integral. O projeto é que metade das escolas sejam dessa forma e só tem duas funcionando atualmente. É preciso democratizar a educação e dar condições ao filho do trabalhador de entrar em uma universidade federal”, pontua.

Dagoberto Nogueira reforça que também é preciso oportunizar horários diversificados para os pais que precisam trabalhar e estudar. “Vou implantar as creches e escolas com horários alternativos e também a creche noturna”, planeja. Ainda sobre os bairros mais distantes da área central ele classificou como "abandonados pela administração onde nada funciona como deveria".

Outro investimento que pretende fazer na cidade é no trânsito. “Eu acho um absurdo Campo Grande não ter pontilhões. Os carros ficam enfileirados o trânsito não flui. Quero implantar a Cidade Digital onde todo o controle do tráfego fica em uma sala onde o sistema tem videomonitoramento, onda verde. Eu quero revolucionar o trânsito”, salientou.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Fotos: Luciano Muta)

Para a desenvolver os bairros, o candidato do PDT aposta no aumento da segurança também com videomonitoramento e reforço da ação da Guarda Civil Metropolitana por meio de integração com as forças de segurança do Estado. “Nós precisamos modernizar Campo Grande e não precisa ter vergonha de copiar o que deu certo em outras cidades”, avalia.

Sobre esse ponto cita como obra sem impacto a revitalização da rua 14 de julho. “A administração gastou uma fortuna com essa obra que não transformou o espaço em um shopping a céu aberto e nem melhorou o trânsito. Virou um calçadão. Para mim o que foi feito ali não deu certo”, ressalta.

O candidato reforçou ainda que para fazer as intervenções que precisa, sua experiência como secretário de Estado e parlamentar federal vai facilitar o processo de trazer mais recursos da União já que vivencia como funciona a dinâmica do Congresso Nacional para atrair emendas e também conhece o caminho para contatar grandes empresários fora do Estado para investir em Campo Grande. “Eu tenho experiência administrativa para fazer a gestão da Capital avançar e quero fazer uma revolução na cidade”, finaliza

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Fotos: Luciano Muta)

A participação de Dagoberto Nogueira foi a décima quinta na Rodada de Entrevistas. Dessa forma a Rede MS encerra a série com todos os candidatos que concorrem ao cargo de prefeito de Campo Grande que tiveram a oportunidade de falar sobre seus projetos de governo no Programa Balanço Geral (TV MS Record), Noticidade (FM Cidade 97) e Diário Digital. A ordem de participação foi definida por meio de sorteio realizado na presença de todos os representantes de partidos e coligações em reunião preliminar na sede da Rede MS, no dia 08 de outubro. 

Tanto no programa Balanço Geral MS (TV MS Record) quanto no Noticidade (FM Cidade 97) a participação teve o tempo de 12 minutos, sendo 10 minutos para perguntas e respostas e o restante para as considerações finais. Na televisão e na rádio, as entrevistas foram conduzidas pela jornalista Ellen Genaro.

Todos os procedimentos da Rodada de Entrevistas atenderam à legislação eleitoral e também as medidas de biossegurança em virtude da pandemia do novo coronavírus. E com a finalização da série de participações, a Rede MS reafirma sua contribuição com o processo democrático oportunizando ao candidato e, sobretudo, o eleitor de mais interação quanto aos projetos que estão sendo pensados para a administração pública da Capital para os próximos quatro anos.

O post “A situação da periferia de Campo Grande é lamentável” apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas