Diário Digital ​Acadêmicos criam Orienta Covid Dourados para tirar dúvidas da população​

​Acadêmicos criam Orienta Covid Dourados para tirar dúvidas da população​

Acadêmicos do curso de Medicina da UFGD e do curso de Enfermagem da Uems estão coordenando o projeto Orienta Covid Dourados, um call-center onde é disponibilizado o número 0800-494-1533 para a população ligar e tirar dúvidas sobre a doença e ser direcionada para a Unidade de Saúde correta, dependendo dos sintomas. A ligação é gratuita e […] O post ​Acadêmicos criam Orienta Covid Dourados para tirar dúvidas da população​ apareceu primeiro em Diário Digital.

Acadêmicos do curso de Medicina da UFGD e do curso de Enfermagem da Uems estão coordenando o projeto Orienta Covid Dourados, um call-center onde é disponibilizado o número 0800-494-1533 para a população ligar e tirar dúvidas sobre a doença e ser direcionada para a Unidade de Saúde correta, dependendo dos sintomas. A ligação é gratuita e o número é nacional. 

A ligação é recebida durante plantões de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 17h às 20h. Participam da ação um total de 40 voluntários, distribuídos em 28 estudantes de Medicina e 12 de Enfermagem, sendo três por turno de plantão nos atendimentos. Além dos 20 profissionais da saúde, sendo 10 enfermeiros e 10 médicos (oito são professores do HU-UFGD com atuação na Atenção Primária de Saúde). 

O projeto foi uma iniciativa que partiu dos próprios acadêmicos membros do Centro Acadêmico de Medicina. O convite foi estendido aos acadêmicos de Enfermagem da Uems e, depois, houve o apoio ao projeto da docente Ranata Praça Longui, que atua conjuntamente na coordenação para implementação da proposta. 

"O projeto foi idealizado pelos acadêmicos de Medicina e Enfermagem da Unicamp que no início da pandemia enxergaram a demanda que surgiria sobre orientação acerca de uma doença pouco conhecida. Eles perceberam que a demanda de atendimentos aumentou e pensaram na possibilidade de convidar outras universidades para implementar o projeto nas suas respectivas cidades. Daí eles se dispuseram a entrar em contato com acadêmicos conhecidos nas diversas regiões do país", explicou Ágatha Oliveira Felice, de Uberlândia (MG), e estudante do 3º ano de Medicina na UFGD.

A ferramenta Voip foi contratada da Brasil Connecting até março de 2021. Ágatha conta que as ligações recebidas foram sobre sinais e sintomas da covid-19. "Mas acreditamos que em breve também receberemos questionamentos acerca dos tipos de testes, locais em Dourados que estão testando e qual público está sendo testado. Enquanto houver necessidade de instrução e orientação populacional de forma remota, visando a proteção de todos, pretendemos permanecer com os atendimentos disponíveis. O trabalho é indispensável para corroborar com as medidas de isolamento social, higiene de objetos e pessoal com água e sabão/ou álcool gel entre outras". 

O post ​Acadêmicos criam Orienta Covid Dourados para tirar dúvidas da população​ apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas