Diário Digital Acusado de matar a facadas, homem tem preventiva decretada

Acusado de matar a facadas, homem tem preventiva decretada

Cleyton Marques da Silva, 27 anos, preso em flagrante na tarde de ontem (14) pelo GOI (Grupo de Operações e Investigações) por matar José Augusto Marques da Cruz, de 44 anos, no Bairro Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, negou a intenção de cometer o homicídio durante depoimento na polícia e alegou que por um […] O post Acusado de matar a facadas, homem tem preventiva decretada apareceu primeiro em Diário Digital.

Cleyton Marques da Silva, 27 anos, preso em flagrante na tarde de ontem (14) pelo GOI (Grupo de Operações e Investigações) por matar José Augusto Marques da Cruz, de 44 anos, no Bairro Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, negou a intenção de cometer o homicídio durante depoimento na polícia e alegou que por um problema na visão não sabia onde a facada iria acertar.

Cleyton passou por audiência de custódia nesta sexta-feira (15) e teve a prisão convertida em preventiva.

José Augusto foi morto em frente ao portão da casa da ex-mulher na Rua Lourenzo Torres Cintas, com uma facada no pescoço. Cleyton foi preso pouco depois, na Rua Perciliana Barbosa Ferreira, a poucas quadras de onde ocorreu o crime. Aos policiais ele confessou e disse que esfaqueou o homem com uma faca de açougue durante uma discussão porque a vítima suspeitava que ele estava se relacionando com sua ex e foi procurar por ela.

Já na delegacia, o suspeito contou que há cerca de três meses surgiu um comentário na rua que ele e a ex-mulher da vítima estavam se relacionando. Ao saber da história, José teria ido tirar satisfação com Cleyton e feito ameaças.

Na tarde de ontem (14), Cleyton disse que foi a casa da mulher e junto com uma vizinha que também estava lá passaram a beber enquanto a moradora foi para o quarto dormir. Segundo o suspeito, José Augusto chegou e passou a gritar, chamando no portão.

Xingando, ele dizia que a ex-mulher estava dentro da casa se relacionando com o suspeito. Até que ela acordou e abriu o portão. Momento em que, de acordo com a versão de Cleyton, a vítima passou a agredir a ex, perguntando sobre um estepe.

Cleyton teria questionado se José continuaria batendo na ex e ele deu um tapa no rosto do suspeito que pegou uma faca que carregava na cintura e deu dois golpes contra a vítima.

A polícia, ele ainda afirmou que tem um problema na vista e só enxerga vulto. Por isso, não “mirou em nenhuma parte específica do corpo de José”. Mesmo ferida, a vítima teria tentado agredir ele com um pedaço de madeira.

Em seguida, Cleyton disse que saiu da casa com a faca e foi até um bar próximo a casa beber cerveja e que só ficou sabendo que tinha matado José quando foi preso pela polícia.

O post Acusado de matar a facadas, homem tem preventiva decretada apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas