Diário Digital Acusado de matar borracheiro com ajuda de amante é transferido para presídio

Acusado de matar borracheiro com ajuda de amante é transferido para presídio

Bruno José Feliciano, de 22 anos de idade, se apresentou à polícia na quarta-feira (06), prestou depoimento e foi conduzido à Penitenciária Estadual de Dourados (PED) no final da tarde. Ele é acusado pelo homicídio do borracheiro, Douglas Novaes Rocha, que ocorreu no dia 13 de Fevereiro de 2022, em Dourados (MS). Acusado estava foragido […] O post Acusado de matar borracheiro com ajuda de amante é transferido para presídio apareceu primeiro em Diário Digital.

Bruno José Feliciano, de 22 anos de idade, se apresentou à polícia na quarta-feira (06), prestou depoimento e foi conduzido à Penitenciária Estadual de Dourados (PED) no final da tarde. Ele é acusado pelo homicídio do borracheiro, Douglas Novaes Rocha, que ocorreu no dia 13 de Fevereiro de 2022, em Dourados (MS).

Acusado estava foragido desde a época do crime e tinha um mandado de prisão preventiva expedido pela 3ª Vara Criminal de Dourados. A esposa da vítima e amante de Bruno, Mayra de Lima Luna, de 22 anos, é a principal suspeita do assassinato, ela foi presa em flagrante no mês de Fevereiro.

Na quarta-feira (06), Bruno estava acompanhado do advogado Júlio Montine Neto. A defesa relatou ao portal de notícias Ligado Na Notícia, que "Bruninho "como o acusado é conhecido, tem medo de sangue e que não sabia que Mayra, era casada, já que a mesma dizia que estava separada. Além disso, no depoimento, o acusado negou ter desferido os oito golpes de faca na vítima, que contradiz os relatos da mulher.

"Mayra disse ao Bruno que era separada. No dia do fato, ela foi até a conveniência onde ele trabalhava e pediu para o mesmo ir até a casa dela, pois morava com os pais e estava sozinha. Ao abrir aporta, meu cliente viu Douglas caído e Mayra começou a gritar por ajuda. Ela abriu o capô do carro e colocaram a vítima. Ele achou que fosse socorrer, e no caminho para o hospital, a mulher disse que tinha matado o rapaz e que iria jogar o corpo”, detalhou o advogado", detalhou o advogado de defesa.

Ainda durante a entrevista relatou que Bruno entrou em desespero, pois tem medo de sangue. "Tanto que ele não sabe onde deixaram o corpo, porque se perderam pelo caminho”, informou Júlio. Já questionado sobre a fuga do seu cliente, o advogado disse que foi desespero.

Após o depoimento, Bruno Feliciano foi encaminhado para o presídio, em cumprimento ao mandado judicial de prisão assinado pelo Juiz de Direito, Eguiliell Ricardo da Silva, da 3º Vara Criminal da Comarca de Dourados. Já Mayra, segue presa na Estabelecimento Penal Feminino “Luiz Pereira da Silva”, em Jateí (MS).

Relembre o caso – Homem morto a facadas e que teve o corpo encontrado em uma valeta, às margens de um córrego, próximo de estrada vicinal que liga os bairros Jardim Guaicurus e o Jóquei Clube, em Dourados, foi identificado ainda ontem (14). A vítima é o borracheiro Douglas Novaes Rocha, de 27 anos e foi reconhecido por familiares.

Ele era casado e pai de três filhos. A vítima morava no Bairro João Paulo II e atuava como borracheiro em uma empresa de recauchutagem de pneus.

Conforme informações apuradas pelo Dourados News, o homem foi morto a golpes de faca em outro lugar e o corpo desovado no local. Ele estava vestindo bermuda vermelha, sem camiseta e descalço.

Levantamentos indicam que a vítima levou duas facadas no pescoço, uma no peito, duas na mão esquerda e três no abdômen. Ele também possuía ferimentos feitos por faca na garganta, na nuca. Os policiais acreditam que o assassinato aconteceu na madrugada desta segunda-feira.

O post Acusado de matar borracheiro com ajuda de amante é transferido para presídio apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas