Diário Digital Adriane Lopes visita Parque Tecnológico em São José dos Campos

Adriane Lopes visita Parque Tecnológico em São José dos Campos

Local é um ambiente de convergência, voltado para a competitividade e o desenvolvimento sustentável

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital

(Foto: Ascom)

A prefeita de Campo Grande Adriane Lopes esteve em São José dos Campos, interior de São Paulo, para conhecer o Parque Tecnológico da cidade, uma das mais bem sucedidas experiências no País de espaço público para promoção de ciência, tecnologia e inovação.

“Viemos conhecer como fazem as captações das empresas startups e das aceleradoras e todo o processo”, destaca a Prefeita, convencida que a experiência de São José dos Campos, um município referência na área de tecnologia, pode servir de inspiração na formatação do modelo (adequado às características e peculiaridades da Capital ) do Parque Tecnológico Estação Digital planejado para Campo Grande.

A chefe do Executivo Municipal da capital de Mato Grosso do Sul, acompanhada da subsecretária de Gestão e Projetos Estratégicos Catiana Sabadin, foi recebida pelo secretário municipal de Inovação e Desenvolvimento Econômico de São José dos Campos Alberto Alves Filho, além de ter se reunido com com a diretoria que gerencia o parque.

A agenda serviu também para visita às instalações do CSI (Centro de Segurança e Inteligência), considerado o melhor projeto de segurança e inteligência do País.

“São José tem o modelo de parque que nós também gostaríamos de implantar em Campo Grande. Viemos com a nossa equipe técnica para avaliar e conhecer não só a estrutura, mas a alma desse parque para levarmos as informações”, reconheceu a Adriane Lopes.

“Temos interesse em conhecer todas as soluções tecnológicas de São José dos Campos e construir parcerias”, concluiu a Prefeita.

Parque Tecnológico

O Parque Tecnológico de São José de Campos é um ambiente de convergência, voltado para a competitividade e o desenvolvimento sustentável que abriga em sua estrutura, seus programas e projetos de três incubadoras de empresa, quatro centros empresariais, dois Arranjos Produtivos Locais (APL), quatro centros de desenvolvimento tecnológico, três laboratórios multiusuários, um escritório de negócios, seis universidades parceiras e três galerias do empreendedor.

Últimas