Diário Digital Antônio usou duas armas para cometer duplo feminicídio em Ponta Porã

Antônio usou duas armas para cometer duplo feminicídio em Ponta Porã

A polícia trata como duplo feminicídio o assassinato que interrompeu a vida de mãe e filha. Ocorrido terça- feira (04), em Ponta Porã. Incluído no Código Penal brasileiro pela Lei 13.104/15, o feminicídio é o assassinato praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher ou em decorrência de violência doméstica A polícia também […] O post Antônio usou duas armas para cometer duplo feminicídio em Ponta Porã apareceu primeiro em Diário Digital.

A polícia trata como duplo feminicídio o assassinato que interrompeu a vida de mãe e filha. Ocorrido terça- feira (04), em Ponta Porã.

Incluído no Código Penal brasileiro pela Lei 13.104/15, o feminicídio é o assassinato praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher ou em decorrência de violência doméstica

A polícia também já tem provas e depoimentos de testemunhas confirmando que o autor do duplo feminicídio foi Antônio César Cavalheiro Soares, ex-marido de Naila. Ele ainda segue foragido da polícia.

O inquérito está com a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Ponta Porã, mas o crime é considerado praticamente esclarecido. Segundo o delegado regional Clemir Vieira, vários depoimentos estão sendo ouvidos.

Os investigadores também já sabem que Antônio usou duas armas. Em frente ao Hospital Regional, ele executou Naila a tiros de pistola 9 milímetros. Cápsulas foram recolhidas ao lado do corpo.

Já na loja 2 do Supermercado Sol, Antônio usou um revólver para matar Erika com tiros na cabeça. O calibre ainda não foi revelado pela perícia, mas como não foram encontradas cápsulas, a certeza é de que tenha usado arma de tambor.

Provas já levantadas pela polícia mostram que Antônio não teve qualquer preocupação em ser reconhecido e identificado como autor das mortes.

(Informação Ponta Porã Informa)

O post Antônio usou duas armas para cometer duplo feminicídio em Ponta Porã apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas