Diário Digital Apenas Marcos era alvo de execução, outras duas vítimas estavam no lugar errado na hora errada

Apenas Marcos era alvo de execução, outras duas vítimas estavam no lugar errado na hora errada

Homem de 32 anos e um mulher de 30 anos,acusados da chacina no Jardim Sumatra em Campo Grande em 31 outubro de 2020 estão presos há 2 meses o delegado responsável pelo caso Gustavo Bueno, da 5ª Delegacia de Polícia Civil concluiu através de meses de investigações que execução aconteceu devido a acerto de contas […] O post Apenas Marcos era alvo de execução, outras duas vítimas estavam no lugar errado na hora errada apareceu primeiro em Diário Digital.

Homem de 32 anos e um mulher de 30 anos,acusados da chacina no Jardim Sumatra em Campo Grande em 31 outubro de 2020 estão presos há 2 meses o delegado responsável pelo caso Gustavo Bueno, da 5ª Delegacia de Polícia Civil concluiu através de meses de investigações que execução aconteceu devido a acerto de contas de crimes que aconteceram em abril de 2020 onde resultou em um duplo homicídio e em agosto de 2020 onde a vítima foi um rapaz, ambos crimes no bairro Vespasiano Martins.


A chacina resultou na morte de Alex Vilhagra Ifran, 24 anos, Marcos Antônio Cavalcante Américo, 36 anos, e Weslley da Silva Rodrigues Alves, 20 anos e deixou uma pessoa ferida a esposa de Alex. As investigações concluirão que os suspeitos queriam executar apenas Marco Antonio, mas Weslley e Alex estavam no lugar errado na hora errada e acabaram executados por disparos de calibre 12 e pistola .40. durante a madrugada do dia 31 de outubro.

Segundo o delegado Gustavo Bueno toda a história de acerto de contas começou em abril quando Matheus Djouseff Carola Reis, de 23 anos, e Samuel Francisco Souza Gonçalves, de 22 anos, foram mortos depois de discutir no meio da rua no bairro Vespasiano Martins, ambos eram fugitivos do sistema prisional, com passagens por tráfico de drogas.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Delegado Gustavo Bueno Responsável pleo caso (Foto Luciano Muta)


Em agosto mais um crime ocorreu desta vez Luiz André Alves foi morto também no Vespasiano Martins, que segundo o delegado foi o estopim para a chacina foi onde o casal decidiu vingar a morte de Luiz André matando Marco Antônio, onde no veículo do alvo havia mais duas pessoas que acabaram executadas.


" Foi preciso cruzar informações durante os seis meses de investigações concluímos que o fator principal foi um acerto de contas de homicídios acontecidos em abril e agosto após brigas entre grupos criminosos por tráfico de drogas. O casal acusado está preso há mais de 50 dias com prisão preventiva, acusados do triplo homicídio se condenados ambos devem pegar até 30 anos de prisão por cada morte. Um terceiro suspeito foi ouvido concluímos que ele apenas foi responsável por dirigir o veículo dos suspeitos no dia do crime e deve responder em liberdade", explicou Gustavo Bueno.

O post Apenas Marcos era alvo de execução, outras duas vítimas estavam no lugar errado na hora errada apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas