Apreensão histórica de 33 ton de maconha, gera prejuízo milionário ao narcotráfico da fronteira

O patrulhamento itinerante de fronteira realizado pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) rendeu, na tarde de ontem (26), a maior apreensão de maconha já realizada em solo brasileiro na história. Uma carreta bitrem foi abordada em uma estrada vicinal que dá acesso à rodovia MS-166 pelos militares do departamento na região de Maracaju. Aparentava […] O post Apreensão histórica de 33 ton de maconha, gera prejuízo milionário ao narcotráfico da fronteira apareceu primeiro em Diário Digital.

O patrulhamento itinerante de fronteira realizado pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) rendeu, na tarde de ontem (26), a maior apreensão de maconha já realizada em solo brasileiro na história.

Uma carreta bitrem foi abordada em uma estrada vicinal que dá acesso à rodovia MS-166 pelos militares do departamento na região de Maracaju.

Aparentava ser apenas mais uma carga de grãos, mas o bitrem estava abarrotado de fardos de maconha. Duas pessoas foram presas no local e foram encaminhadas a Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira, em Dourados.

A carga avaliada em aproximadamente R$ 60 milhões, totalizou 33,3 toneladas e já é a maior carga apreendida de uma única vez na história do Brasil.

O DOF já contabiliza nos primeiros 2/3 do ano de 2020, a marca histórica de 180 toneladas de drogas apreendidas, mais que o dobro do apreendido no ano de 2019 que chegou a 73,2 toneladas.

O prejuízo dado somente pelos policiais do DOF ao narcotráfico somente em 2020 chega a astronômica cifra R$ 400 milhões.

A expectativa é de que as apreensões de 2020 ultrapassem as 200 toneladas de drogas.

(Com informações Jornal da Nova)

O post Apreensão histórica de 33 ton de maconha, gera prejuízo milionário ao narcotráfico da fronteira apareceu primeiro em Diário Digital.