Diário Digital Arrendatária de fazenda e capataz são autuados em R$ 2 mil

Arrendatária de fazenda e capataz são autuados em R$ 2 mil

Durante fiscalização ambiental no município na operação Focus de prevenção e repressão aos incêndios ontem (23), Policiais Militares Ambientais de Rio Negro flagraram um funcionário de uma fazenda realizando incêndio em vegetação, que estava em leiras e coivaras, proveniente de supressão de árvores isoladas em uma área de pastagem. A supressão das árvores era autorizada […] O post Arrendatária de fazenda e capataz são autuados em R$ 2 mil apareceu primeiro em Diário Digital.

Durante fiscalização ambiental no município na operação Focus de prevenção e repressão aos incêndios ontem (23), Policiais Militares Ambientais de Rio Negro flagraram um funcionário de uma fazenda realizando incêndio em vegetação, que estava em leiras e coivaras, proveniente de supressão de árvores isoladas em uma área de pastagem.

A supressão das árvores era autorizada e a área onde foi executada já estava gradeada para renovação da pastagem. O funcionário da propriedade, localizada à margem da rodovia BR 419, informou que cumpria ordem de sua patroa, que era arrendatária da fazenda. As atividades foram interditadas na área.

A arrendatária de 43 anos, residente em Campo Grande e o funcionário (50), residente na fazenda, foram autuados administrativamente e multados em R$ 1.000,00 cada um. Os Policiais ordenaram a extinção do incêndio.

A Portaria do IMASUL nº 797, de 24 de junho de 2020 suspendeu as Autorizações Ambientais de queima controlada pelo prazo de 180 (cento e oitenta). Além disso, um Decreto Federal também proibiu a queima controlada até novembro e o arrendatário sabia da suspensão.

O post Arrendatária de fazenda e capataz são autuados em R$ 2 mil apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas