Diário Digital Atacada oito vezes, Associação pede que ladrão ‘ligue antes’

Atacada oito vezes, Associação pede que ladrão ‘ligue antes’

A faixa no portão traz um apelo: “Sr. Ladrão, venho novamente pedir, ligue antes para evitar maiores prejuízos.” A Associação dos Ostomizados de Mato Grosso do Sul (AOMS), localizada no Bairro Vilas Boas, em Campo Grande, recorreu a uma frase irônica para pedir aos bandidos que deixem a entidade em paz. Desde 2015, quando se […] O post Atacada oito vezes, Associação pede que ladrão ‘ligue antes’ apareceu primeiro em Diário Digital.

A faixa no portão traz um apelo: “Sr. Ladrão, venho novamente pedir, ligue antes para evitar maiores prejuízos.” A Associação dos Ostomizados de Mato Grosso do Sul (AOMS), localizada no Bairro Vilas Boas, em Campo Grande, recorreu a uma frase irônica para pedir aos bandidos que deixem a entidade em paz. Desde 2015, quando se mudou para o imóvel, a entidade já foi atacada oito vezes.

A ocorrência mais recente foi na noite de 22 de Outubro. Os bandidos – eram ao menos quatro – arrombaram o portão, mas desistiram de entrar após o alarme disparar. As câmeras de segurança captaram a movimentação do bando. Porém, desta vez, nada foi levado.

“É possível ver nas imagens que eles tentaram entrar pelas laterais, mas não conseguiram. Então, um deles usou um equipamento para abrir o portão. Contudo, o alarme disparou fortemente, porque a gente deixa bem forte mesmo, e eles foram embora”, relata Angela Maria Gracetti, assistente social da AOMS.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Associação investiu R$ 8 mil em equipamentos de segurança recentemente (Fotos: Marco Miatelo)

A AOMS atende pacientes que passaram pela ostomia (cirurgia onde é feita uma abertura na parede abdominal como um novo trajeto para eliminar urina e fezes)  e vem acumulando prejuízos e transtornos com a ação dos bandidos. Somente neste ano de 2020, a associação  já perdeu R$ 60 mil em mercadorias roubadas. Em um dos ataques, os bandidos derrubaram o portão.

A associação mantém um bazar onde comercializa mercadorias doadas pela Receita Federal, este, aliás, tem sido o principal alvo do bandidos. Nas várias ocorrências, os ladrões televisões, celulares, perfumes, confecções, controle de videogame,  materiais de construção e motor de betoneira.

A diretoria investiu cerca de R$ 8 mil em segurança equipando o prédio com o alarme, câmeras e concertina no muro. Outra providência decidida agora é cessar a divulgação dos produtos do bazar pela internet para não chamar atenção dos bandidos.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Fotos: Marco Miatelo)

Quem quiser adquirir as mercadorias pode se dirigir à sede da entidade na Avenida Gabriel del Pino, número 1065, Bairro Vilas Boas, das 7h às 14h. O telefone é (67) 3356-5830.

O post Atacada oito vezes, Associação pede que ladrão ‘ligue antes’ apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas