Diário Digital Audiências do Tribunal do Júri iniciam com caso de feminicídio

Audiências do Tribunal do Júri iniciam com caso de feminicídio

Na próxima segunda-feira (11) terá início a pauta de audiências criminais de 2021 da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Marcada para as 14 horas, a primeira audiência de instrução e julgamento trata de um caso de feminicídio. De acordo com a denúncia, o crime ocorreu por volta das 23h50 do dia […] O post Audiências do Tribunal do Júri iniciam com caso de feminicídio apareceu primeiro em Diário Digital.

Na próxima segunda-feira (11) terá início a pauta de audiências criminais de 2021 da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Marcada para as 14 horas, a primeira audiência de instrução e julgamento trata de um caso de feminicídio.

De acordo com a denúncia, o crime ocorreu por volta das 23h50 do dia 29 de fevereiro de 2020, no loteamento Nova Serrana, na Capital. No local, o denunciado teria matado sua ex-namorada e um amigo dela e tentado matar uma terceira vítima, descumprindo decisão judicial que concedeu medidas protetivas de urgência em desfavor do réu. Esse crime trata-se do caso do ex-guarda municipal Valtenir Pereira da Silva, 36 anos.  Ele matou a ex-namorada Maxelline da Silva dos Santos, 28 anos, com tiro na cabeça e Steferson Batista de Souza, 32 anos, amigo da vítima. O então guarda também atirou na esposa de Steferson que sobreviveu.

Na audiência, estão previstos os depoimentos de duas testemunhas de defesa e o interrogatório do acusado, o qual responde ao processo preso preventivamente.

Já a 2ª Vara do Tribunal do Júri, em virtude das férias do magistrado, retorna a pauta de audiências a partir do próximo dia 8 de fevereiro, às 13h30, com um caso de uma execução ocorrida por volta das 0h10 do dia 18 de outubro de 2018, em um bar de Campo Grande, onde a vítima estava quando foi atingida por disparos de arma de fogo.

Segundo as investigações, os acusados de participação no crime integravam organização criminosa, praticando diversas ações ilícitas, entre elas a prática de homicídios em atividades típicas de grupos de extermínio. Nesta ação penal, a vítima seria desafeto dos líderes do suposto grupo criminoso.

Em razão da pandemia, a exemplo do que já vinha ocorrendo no ano anterior, as audiências continuarão sendo realizadas por videoconferência.

O post Audiências do Tribunal do Júri iniciam com caso de feminicídio apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas