Autuações por crimes ambientais aumentam 114%

A Polícia Militar Ambiental encerrou na manhã desta terça-feira (13), a operação Ictiofauna, realizada nos dias do feriadão de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. A corporação mobilizou 270 homens na fiscalização, 140 deles nas atividades que envolvem recursos pesqueiros em rios e estabelecimentos que comercializam pescado.  Nesta operação, houve aumento de 114% no número […] O post Autuações por crimes ambientais aumentam 114% apareceu primeiro em Diário Digital.

A Polícia Militar Ambiental encerrou na manhã desta terça-feira (13), a operação Ictiofauna, realizada nos dias do feriadão de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. A corporação mobilizou 270 homens na fiscalização, 140 deles nas atividades que envolvem recursos pesqueiros em rios e estabelecimentos que comercializam pescado. 

Nesta operação, houve aumento de 114% no número de autuados em relação a 2019. Foram 45 pessoas autuadas por infrações ambientais e 21 na operação anterior. Somente por infrações de pesca foram 35 autuados nesta operação e 16 na passada. Dos autuados por pesca, 25 foram presos por pesca predatória e 10 por pescar sem licença, o que não é crime. Na operação passada, 10 foram presos e seis autuados por pescar sem licença.

A quantidade de pescado apreendida foi 202% superior, 106 kg neste ano e 35 kg em 2019. Em relação aos petrechos ilegais, as apreensões foram semelhantes. Houve um pequeno aumento na quantidade de redes de pesca que são os petrechos mais preocupantes. Foram 21 redes nesta operação e 13 na operação anterior. Esse tipo de apreensão é importante porque o uso de petrechos proibidos como as redes de pesca, espinhéis, anzóis de galho e tarrafas, tem alto poder de captura de cardumes.

Em outros crimes e infrações ambientais, a PMA autuou 10 pessoas; em 2019, foram cinco. Três foram autuados por desmatamento em áreas protegidas, um por desmatamento em área comum, dois por incêndio, três por transporte ilegal de madeira, um por derrubada de vegetação de morro e um por acampamento para a pesca degradando área protegida.

As multas aplicadas somaram R$ 206.994,00 nessa operação e R$ 161.768,00 em 2019. Multas com valores diferentes entre as operações dependem dos tipos de ocorrências, pois alguns tipos infracionais ambientais preveem multas elevadas.

Também foram apreendidas duas armas de fogo e munições e duas pessoas foram presas por porte ilegal de arma.

O post Autuações por crimes ambientais aumentam 114% apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas