Diário Digital Bebê de cinco meses depende de cirurgia urgente para não perder visão

Bebê de cinco meses depende de cirurgia urgente para não perder visão

A bebê Lívia Silveira de Souza, de cinco meses, precisa com urgência passar por uma cirurgia considerada cara para o padrão de vida dos pais. Caso isso não ocorra, ela corre sério risco de perder a visão. Ela nasceu com uma doença chamada ‘catarata congênita’ no olho esquerdo e seus pais não dispõem de dinheiro […] O post Bebê de cinco meses depende de cirurgia urgente para não perder visão apareceu primeiro em Diário Digital.

A bebê Lívia Silveira de Souza, de cinco meses, precisa com urgência passar por uma cirurgia considerada cara para o padrão de vida dos pais. Caso isso não ocorra, ela corre sério risco de perder a visão.

Ela nasceu com uma doença chamada ‘catarata congênita’ no olho esquerdo e seus pais não dispõem de dinheiro para custear as despesas médicas, uma vez que o procedimento custa em torno de R$ 11 mil.

Para custear as despesas, os pais Eduardo Silveira e Tainá pedem a solidariedade de todos que queiram colaborar com qualquer quantia.  

 “Estamos fazendo uma rifa no valor de R$ 20 reais ou então aceitamos qualquer valor de quem queira doar, até R$ 1 real já nos ajuda muito”, postou o pai da bebê em seu perfil no Facebook.

Ele conta que já conseguiu algumas doações de amigos e familiares, mas o total arrecadado até agora não é suficiente para fazer a cirurgia da neném.

Além de doações em dinheiro, Eduardo pede uma corrente de orações a fim de curar a linda Lívia, uma criança esperta que mudou totalmente a vida de toda a família.

O Pix de Eduardo para depósito de qualquer quantia é 05530999140 e o número de celular disponível para eventuais contatos é (067) 98218-1025.

A catarata congênita é uma alteração do cristalino que se desenvolve durante a gestação e, por isso, está presente no bebê desde o nascimento.

O principal sinal indicativo é a presença de uma película esbranquiçada, que pode ser percebida nos primeiros dias de vida ou depois de alguns meses.

De acordo com o laudo médico, a bebê possui estrabismo convergente associado e se não tratar os problemas de visão antes dos seis meses, corre o risco de ter perda total e irreversível da visão. Por isso, os pais correm contra o tempo em busca de recursos para financiar a cirurgia.

Outra questão complicadora é o risco de não desenvolvimento da chamada estereopsia, que é a visão tridimensional, a percepção de distância e profundidade das imagens por meio da interpretação cerebral. Isso só ocorre com a visão binocular.

O post Bebê de cinco meses depende de cirurgia urgente para não perder visão apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas