Diário Digital Com mais 65 óbitos registrados, Estado ultrapassa a triste marca de 5 mil mortes

Com mais 65 óbitos registrados, Estado ultrapassa a triste marca de 5 mil mortes

Neste dia 14 de Abril, quarta-feira, o Estado de Mato Grosso do Sul amarga 5.005 mortes em consequência da Covid-19 e total de 232.849 casos da doença. O número representa 32,7% de todos os casos notificados. O Boletim Epidemiológico da SES registrou mais 1.338 novos casos e 65 mortes. A taxa de letalidade é de 1,3% […] O post Com mais 65 óbitos registrados, Estado ultrapassa a triste marca de 5 mil mortes apareceu primeiro em Diário Digital.

Neste dia 14 de Abril, quarta-feira, o Estado de Mato Grosso do Sul amarga 5.005 mortes em consequência da Covid-19 e total de 232.849 casos da doença. O número representa 32,7% de todos os casos notificados. O Boletim Epidemiológico da SES registrou mais 1.338 novos casos e 65 mortes. A taxa de letalidade é de 1,3% e média móvel de 53,6 óbitos. Cinco mortes foram de pessoas abaixo de 40 anos de idade.

Os municípios com maior registro de novos positivos nas últimas 24 horas são: Campo Grande com +306; Três Lagoas + 154; Dourados +107; Naviraí +60; Costa Rica e Paranaíba + 45 e Corumbá +40 novos casos.

No total de casos, desde o início da Pandemia, a Capital continua sendo o epicentro da doença com 90.427 casos. Em seguida vem o município de Dourados com 25.605, Três Lagoas 11.966. Corumbá 11.370 e Naviraí com 6.248. Variantes provocam mortes em maior velocidade.

Segundo a secretária sdjunta de Saúde, Christine Maymone é preciso observar a dinâmica destas variantes já que muitos óbitos estão ocorrendo no mesmo dia da internação. “Em apenas duas semanas MS registrou 575 mortes”, destacou.

De acordo com Maymone, não existe outra alternativa no momento. “Mais que nunca é preciso atender as recomendações sanitárias de uso da máscara, distanciamento e higiene das mãos”, repetiu.

As mortes foram registradas seguintes nos municípios: Campo Grande registrou a perda de 23 pessoas; Três Lagoas perdeu 12 pacientes; Água Clara e Dourados (3); Sidrolândia, São Gabriel do Oeste e Bataguassú (2).

Os demais registram um óbito cada. São eles: Eldorado, Bonito, Itaquirai, Cassilândia, Mundo Novo, Anaurilândia, Sonora, Chapadão do Sul, Corumbá. Sete Quedas, Anastácio, Paranhos, Caracol, Fátima do Sul, Alcinópolis, Aquidauana, Nova Andradina e Naviraí.

Faltam leitos em todas as cidades

Estão em isolamento domiciliar 13.217 pessoas e 1.196 encontram-se hospitalizadas. São 654 pacientes em leitos clínicos (453 públicos e 201 privados) e 542 em leitos de UTI (396 públicos e 146 privados).

A ocupação hospitalar das cinco macrorregiões está acima de 90%. “Não temos mais leitos para oferecer à população”, declarou Resende, adiantando que há um número grande de pacientes na fila de espera.

A capital e o município de Itaquirai estão entre os mais afetados e, de acordo com tabela do Prosseguir, ambos entraram na linha cinza. No Estado não há nenhuma cidade livre do novo Coronavírus.

O post Com mais 65 óbitos registrados, Estado ultrapassa a triste marca de 5 mil mortes apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas