Diário Digital Com risco de falência, indústrias de laticínios buscam parcelamento de débitos

Com risco de falência, indústrias de laticínios buscam parcelamento de débitos

Nesta quinta-feira (02) o deputado estadual Renato Câmara esteve na Secretaria de Estado de Fazenda, para levar ao secretário Felipe Mattos de Lima Ribeiro, juntamente com os representantes do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado de Mato Grosso do Sul (SILEMS), Marilene Inês Piaia e Paulo Fernando Pereira Barbosa, solicitações da indústria de laticínios, […] O post Com risco de falência, indústrias de laticínios buscam parcelamento de débitos apareceu primeiro em Diário Digital.

Nesta quinta-feira (02) o deputado estadual Renato Câmara esteve na Secretaria de Estado de Fazenda, para levar ao secretário Felipe Mattos de Lima Ribeiro, juntamente com os representantes do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado de Mato Grosso do Sul (SILEMS), Marilene Inês Piaia e Paulo Fernando Pereira Barbosa, solicitações da indústria de laticínios, principalmente sobre os impostos no setor. 

“É fundamental valorizar o leite produzido no estado. Discutimos na Sefaz o parcelamento de tributos, neste momento tão crítico, para toda a categoria. Deve existir incentivos para os produtores, principalmente em relação ao pedido para parcelar os débitos dos laticínios”, explica o parlamentar.

O setor vem enfrentando um momento crítico em Mato Grosso do Sul com a queda de produção nos últimos anos, e agora com a pandemia e as adversidades climáticas que impactam na produção, a situação tem se agravado, por isto a necessidade de buscar melhorias para reverter este quadro.

Representante contábil e tributário do SILEMS, a contadora e especialista em Direito Tributário, Marilene Inês Piaia, declara que a reunião foi muito produtiva e que conseguiram que o secretário atendesse a solicitação de inclusão do ICMS no parcelamento. “Isso é muito importante para as indústrias que ficam com esse ônus e podem responder criminalmente por apropriação indébita. Ele também entendeu que o nosso setor está precisando de benefícios pois está fechando vários laticínios que não conseguem sobreviver”.

Vice-presidente SILEMS e coordenador da Câmara Setorial do Leite de MS, Paulo Fernando Pereira Barbosa, avalia que a reunião com o Secretário de Estado de Fazenda foi uma oportunidade para a indústria de laticínios do estado expor ao governo, o tamanho do peso dos impostos sobre o setor.

“Expusemos o quanto a produção de leite no MS vem caindo ano após ano, o peso da falta de incentivo e o quanto a carga tributária tem contribuído para esse desestimulo da produção. E principalmente solicitamos ao secretário, com o valioso apoio do deputado Renato Câmara o parcelamento dos débitos fiscais de inúmeras indústrias de laticínios do estado, muitas estão a ponto de perderem a autorização de trabalho devido a suspensão das inscrições junto a SEFAZ. Saímos com esperança de estreitar o relacionamento do setor com a SEFAZ e construir soluções para que o leite possa continuar sendo fonte de renda para o produtor e a indústria sul-mato-grossense”.

(Dourados News)

O post Com risco de falência, indústrias de laticínios buscam parcelamento de débitos apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas