Diário Digital Defesa Civil faz levantamento de estragos causados por tempestade de poeira e vendaval

Defesa Civil faz levantamento de estragos causados por tempestade de poeira e vendaval

Uma forte tempestade de poeira - chamada 'haboob' - acompanhada de vendaval, atingiu diversos municípios de Mato Grosso do Sul na tarde desta sexta-feira (15) fazendo a tarde virar noite. Informações preliminares da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil apontam que o fenômeno foi registrado em Campo Grande, Dourados, Rio Brilhante, Miranda, Corumbá, Ponta Porã e […] O post Defesa Civil faz levantamento de estragos causados por tempestade de poeira e vendaval apareceu primeiro em Diário Digital.

Uma forte tempestade de poeira - chamada 'haboob' - acompanhada de vendaval, atingiu diversos municípios de Mato Grosso do Sul na tarde desta sexta-feira (15) fazendo a tarde virar noite. Informações preliminares da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil apontam que o fenômeno foi registrado em Campo Grande, Dourados, Rio Brilhante, Miranda, Corumbá, Ponta Porã e Dois Irmãos do Buriti. 

“Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, a Defesa Civil Estadual está fazendo monitoramento junto aos municípios para levantar os danos provocados por essa tempestade de areia que atingiu o Estado nesta sexta-feira provocando diversos transtornos”, destacou o coordenador da Defesa Civil Estadual,  tenente-coronel Fábio Catarinelli. 

Dados parciais do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul indicam que até as 16h desta sexta-feira, havia registro de queda de 60 árvores só na Capital. Segundo o meteorologista Natálio Abrahão as rajadas de vento atingiram entre 54,55 km por hora a 94,45 km/hora em Campo Grande.

A ventania também provocou queda de árvores e possíveis destelhamentos nos municípios de Porto Murtinho, Juti, Novo Horizonte do Sul, Aquidauana, Anastácio, São Gabriel do Oeste, Nova Andradina, Três Lagoas e Corumbá. 

Por volta de 11h a Defesa Civil Estadual disparou SMS com aviso de tempestade para todos os números cadastrados no 4199. O aviso meteorológico do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) vale até as 11h de amanhã (16), mas segundo Catarinelli, em caso de atualização do aviso, serão disparados novos alertas.

"Se estiver no meio do vendaval, busque imediatamente um abrigo. Evite áreas com muitas árvores ou placas de propaganda. É essencial não se colocar em risco", reforça. “Saber o número do Corpo de Bombeiros, 193 para casos de emergência e fazer o cadastro para receber os alertas da Defesa Civil”, finaliza Catarinelli. 

Alertas Defesa Civil

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de SMS que dispara alertas diversos para o cidadão cadastrado. 

O serviço oferecido gratuitamente é uma ferramenta importante pois os alertas vêm com orientações. Para aderir ao sistema, o cidadão deve enviar mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência. 

A partir do cadastramento, o telefone e o endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada. 

Vale ressaltar que a ferramenta não se trata de previsão do tempo, mas de alertas que serão enviados sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas.

O post Defesa Civil faz levantamento de estragos causados por tempestade de poeira e vendaval apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas