Diário Digital Dois anos após matar sogra, homem é suspeito de assassinar a ex-esposa na Capital

Dois anos após matar sogra, homem é suspeito de assassinar a ex-esposa na Capital

Uma mulher de 37 anos foi morta a facadas pelo ex-marido no Parque do Lageado, em Campo Grande (MS), na noite desta sexta-feira, 4 de Dezembro. O homem já tinha matado a mãe da vítima, por estrangulamento, em 2018. O autor está sendo procurado pela polícia. O pedreiro Wantuir Sonchini da Silva, de 41 anos, […] O post Dois anos após matar a sogra, homem assassina a ex-esposa na Capital apareceu primeiro em Diário Digital.

Diário Digital

Uma mulher de 37 anos foi morta a facadas pelo ex-marido no Parque do Lageado, em Campo Grande (MS), na noite desta sexta-feira, 4 de Dezembro. O homem já tinha matado a mãe da vítima, por estrangulamento, em 2018. O autor está sendo procurado pela polícia.

O pedreiro Wantuir Sonchini da Silva, de 41 anos, matou a ex-esposa em via pública no Parque do Lageado. Segundo a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), a vítima foi morta com cerca de 19 golpes de faca que atingiram as regiões do ombro, tórax e braço. Populares relataram que antes do crime, a vítima discutiu com o autor.

A vítima tinha medidas protetivas contra o ex-marido. O homem estava detido desde 2018, mas foi colocado em liberdade no mês de setembro de 2020.

Em boletim de ocorrência registrado em Novembro deste ano, ela chegou a relatar que havia se reaproximado do suspeito em razão dos filhos do casal, mas quando o informou que não tinha interesse em reatar o relacionamento, passou a ser perseguida e ameaçada. Na ocasião, ela disse que não tinha a intenção de que ele fosse processado criminalmente, mas solicitou medidas protetivas.

O suspeito responde a processos anteriores por delitos de violência doméstica.

Em Outubro do ano passado, ele foi julgado pelo crime de homicídio qualificado que vitimou Alzair Bernardo Lopes, 59 anos, mãe da vítima da noite de ontem. Na ocasião, Wantuir disse que não tinha a intenção de matar, mas apenas de visitar a filha. Veja aqui.

Por fim, o júri entendeu que o réu tinha problemas mentais e era inimputável. A pena aplicada foi a internação.

Ele está foragido e a Polícia Civil continua em diligência para localizá-lo na manhã deste sábado, 5 de Dezembro. A vítima deixa dois filhos adolescentes.

O post Dois anos após matar a sogra, homem assassina a ex-esposa na Capital apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas