Diário Digital Dourados notificou mais de 1,5 mil casos de síndrome respiratória grave

Dourados notificou mais de 1,5 mil casos de síndrome respiratória grave

Boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (09) pela Secretaria de Estado de Saúde revela que Dourados já notificou 1.595 casos de pessoas hospitalizadas com síndrome respiratória aguda grave, a Srag.  Em todo o Mato Grosso do Sul, as notificações somam 19.241 e Campo Grande totaliza 7.145. Acima de mil também estão Três Lagoas (1.174) e Naviraí […] O post Dourados notificou mais de 1,5 mil casos de síndrome respiratória grave apareceu primeiro em Diário Digital.

Boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (09) pela Secretaria de Estado de Saúde revela que Dourados já notificou 1.595 casos de pessoas hospitalizadas com síndrome respiratória aguda grave, a Srag. 

Em todo o Mato Grosso do Sul, as notificações somam 19.241 e Campo Grande totaliza 7.145. Acima de mil também estão Três Lagoas (1.174) e Naviraí (1.038). 

Contudo, apesar desse documento ser referente à Influenza, ainda não houve em âmbito estadual uma única confirmação da doença ou suas variantes A (subtipadas H1N1, H3N2) e B, bem como de óbitos atribuídos à doença.

Do total de notificações de síndrome respiratória aguda grave em Mato Grosso do Sul, 366 (1,9%) dizem respeito a menores de um ano de idade. Houve ainda 512 (2,7%) de um a nove anos, 234 (1,2%) de 10 a 19 anos, 951 (4,9%) de 20 a 29 anos, 2.309 (12,0%) de 30 a 39 anos, 3.432 (17,8%) de 40 a 49 anos, 4.107 (21,3%) de 50 a 59 anos, 3.408 (17,7%) de 60 a 69 anos, 2.393 (12,4%) de 70 a 79 anos, e 1.529 (7,9%) acima de 80 anos.

A maior parte dos pacientes hospitalizados corresponde ao sexo feminino, 10.531, o equivalente a 54,8% do total. Em relação ao masculino, foram notificados 8.710 casos, 45,3%.

Sem nenhum diagnóstico ou óbito confirmado em 2021, a Influenza matou oito sul-mato-grossenses em 2020. Um ano antes, em 2019, houve 68 vítimas. Em 2018 foram 33 vidas perdidas, seis em 2017 e 103 em 2016. Em 2015 foram sete, em 2014 totalizaram 29, e em 2013 o número chegou a 15. Também morreram oito em 2012 foram oito, em 2012 e 27 em 2009. 

Nessa série histórica computada pela Secretaria de Estado de Saúde, Mato Grosso do Sul não perdeu vidas para a Influenza em 2010 e em 2011.

Com informações: Dourados News

O post Dourados notificou mais de 1,5 mil casos de síndrome respiratória grave apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas