Diário Digital Em quatro dias de fevereiro 37 morreram por Covid-19

Em quatro dias de fevereiro 37 morreram por Covid-19

Nesses primeiros quatro dias de fevereiro, 37 sul-mato-grossenses morreram por coronavírus, o que comprova que o vírus continua avançando no Estado. Os dados constam no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, do Governo do Estado, desta quinta-feira (04). Em apenas 24 horas, 14 pessoas morreram pela doença em Mato Grosso do Sul, totalizando […] O post Em quatro dias de fevereiro 37 morreram por Covid-19 apareceu primeiro em Diário Digital.

Nesses primeiros quatro dias de fevereiro, 37 sul-mato-grossenses morreram por coronavírus, o que comprova que o vírus continua avançando no Estado. Os dados constam no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, do Governo do Estado, desta quinta-feira (04).

Em apenas 24 horas, 14 pessoas morreram pela doença em Mato Grosso do Sul, totalizando 2.972 óbitos por coronavírus desde o início da pandemia. Desses últimos óbitos pela doença no Estado, três eram campo-grandenses, três de Dourados, duas em Aparecida do Taboado, e sete de outros municípios: Nova Andradina, Ponta Porã, Deodápolis, Glória de Dourados, Porto Murtinho, Anastácio e Corumbá, sendo uma morte em cada cidade.

De acordo com a SES, 689 exames deram positivos para a doença em apenas um dia, somando 163.692 casos confirmados de coronavírus. Deste total, 152.865 pessoas estão recuperadas da doença, enquanto que 7.855 permanecem com o vírus ativo, sendo que 7.377 estão em isolamento domiciliar e 478 hospitalizados.

Dos hospitalizados, 238 estão em leitos clínicos, sendo 142 pelo SUS e 96 pela rede privada, enquanto que os casos mais graves estão na UTI, sendo 240 pacientes, com 175 na rede pública e 65 na rede privada.

Sobre a ocupação de leitos na rede SUS, 75% dos leitos de UTI na macrorregião de Campo Grande estão ocupados; enquanto que em Dourados, 88%; em Três Lagoas, 60% e em Corumbá, 58%.

O post Em quatro dias de fevereiro 37 morreram por Covid-19 apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas