Diário Digital Família acredita que homem desaparecido esteja morto

Família acredita que homem desaparecido esteja morto

Mais uma família de Campo Grande vive a angustia em busca de um parente desaparecido. A DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio) está investigando a denúncia de que Ricardo Ventura Barbosa, de 38 anos, desaparecido há sete dias tenha sido morto na região do Jardim Colibri, em Campo Grande. Nesta quarta-feira (5), […] O post Família acredita que homem desaparecido esteja morto apareceu primeiro em Diário Digital.

Mais uma família de Campo Grande vive a angustia em busca de um parente desaparecido. A DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio) está investigando a denúncia de que Ricardo Ventura Barbosa, de 38 anos, desaparecido há sete dias tenha sido morto na região do Jardim Colibri, em Campo Grande. Nesta quarta-feira (5), a polícia fez buscas em uma área de mata, próxima ao córrego Bálsamo.

A mãe do rapaz que segundo a família é usuário de drogas disse que na segunda-feira, 3 de agosto, uma conhecida foi até sua casa e informou que havia boato no bairro que Ricardo teria sido morto. “A pessoa me disse que alguém matou meu filho a tiros, carbonizou o corpo e jogou no córrego”, contou Bertulina Ventura, de 66 anos.

Bertulina viu o filho pela última vez na quinta-feira, 30 de julho, quando Ricardo foi até a casa dela para tomar banho e comer. “Ele vinha para casa todos os dias tomar banho, nunca deixava de dar notícias. Ele é muito conhecido na região e sempre era visto”.

Na tarde desta quarta-feira (5), policiais à paisana da DEH foram até o terreno às margens do córrego, onde Ricardo dividia moradia com um amigo e, de acordo com a denúncia, estaria o corpo, na rua Michel Calarge, no Jardim Colibri, mas nada foi encontrado.

A polícia continua a investigar o desaparecimento e ainda não confirma se a denúncia sobre a execução de Ricardo é verdadeira. “Eu sinto no meu coração que aconteceu o pior e tudo que eu quero é informações boa ou ruim, poder enterrar meu filho. Ele era usuário, mas não arrumava brigas, não fazia mal a ninguém”, relatou a mãe sobre a angustia que está sentindo.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Ricardo deve informar a DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio) pelo telefone (67) 9238-4923, via whats. A denúncia é anônima.

O post Família acredita que homem desaparecido esteja morto apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas