Diário Digital Gerente de unidade de saúde é afastado após servidor furar a fila da vacina contra Covid-19

Gerente de unidade de saúde é afastado após servidor furar a fila da vacina contra Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde Pública de Campo Grande (MS), a Sesau, informou ter afastado o gerente de uma unidade de saúde após denúncia de que um Guarda Municipal de 38 anos teria sido imunizado contra a Covid-19 no local. Embora trabalhe na unidade, o servidor não se enquadra nesta primeira etapa do plano municipal […] O post Gerente de unidade de saúde é afastado após servidor furar a fila da vacina contra Covid-19 apareceu primeiro em Diário Digital.

A Secretaria Municipal de Saúde Pública de Campo Grande (MS), a Sesau, informou ter afastado o gerente de uma unidade de saúde após denúncia de que um Guarda Municipal de 38 anos teria sido imunizado contra a Covid-19 no local. Embora trabalhe na unidade, o servidor não se enquadra nesta primeira etapa do plano municipal de vacinação.

Além do afastamento do gerente da unidade, a Sesau também vai instaurar um processo de sindicância para apurar a conduta dos servidores envolvidos. Por enquanto, o caso é tratado pelo órgão de saúde como um fato isolado.

O grupo prioritário tem mais de cinco mil pessoas, de acordo com a Sesau. O órgão garante que mantém um controle rigoroso em relação à distribuição das doses e acompanhamento da aplicação. A Sesau diz ainda que o processo de imunização está sendo conduzido com total lisura e transparência. “Sendo o episódio em questão isolado e que terá seu devido encaminhamento.”

Segundo o apurado pelo Diário Digital, o Guarda Municipal já foi infectado pela Covid-19 e chegou a ficar internado por 12 dias, sendo sete na UTI, em 2020. Ele próprio celebrou sua imunização, postando foto da ampola da Coronavac e o comprovante de vacinação em uma rede social.

Apesar de atuar na unidade de saúde, ele não se enquadra no perfil de vacinação previsto nesta primeira fase da imunização. Conforme o plano municipal, esta etapa é destinada a trabalhadores da saúde e idosos. Guardas municipais devem entrar apenas na quarta fase do plano.

Por fim, a Sesau mencionou que o município trabalha no aperfeiçoamento do sistema de identificação prévia para que seja evitado qualquer tipo de fraude e todo o processo seja mais seguro e célere. “Todas as informações referentes ao processo de imunização no município estão à disposição dos órgãos de controle.”

O post Gerente de unidade de saúde é afastado após servidor furar a fila da vacina contra Covid-19 apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas