Investidores do futebol virtual

Gosta de futebol e se surpreende com as negociações milionárias que movimentam as transferências de jogadores entre os maiores times do mundo? Essa mesma dinâmica existe e funciona dentro das competições virtuais no PES, Pro Evolution Soccer. As cifras não chegam na casa dos milhões obviamente, mas podem gerar rentabilidade. Com um investimento relativamente módico […] O post Investidores do futebol virtual apareceu primeiro em Diário Digital.

Gosta de futebol e se surpreende com as negociações milionárias que movimentam as transferências de jogadores entre os maiores times do mundo? Essa mesma dinâmica existe e funciona dentro das competições virtuais no PES, Pro Evolution Soccer. As cifras não chegam na casa dos milhões obviamente, mas podem gerar rentabilidade. Com um investimento relativamente módico é possível ter lucro considerável comprando e vendendo o Neymar, o Messi ou o Cristiano Ronaldo. E para essa tendência existem as ligas de investimento de futebol virtual com dinheiro real.

Mato Grosso do Sul tem uma que já está entre as maiores do país. A Liga Strikers nasceu na pequena cidade de Terenos a partir de jogos no modo off-line (presenciais) que aconteciam na varanda da casa do player Rafael Marques. A partir desses encontros e com a parceria de outro gamer, Maicon Bezerra, a Liga PES de Terenos foi criada em julho de 2019 e o projeto amadureceu se transformando na Strikers em maio deste ano. Atualmente são mais de 150 usuários de vários Estados brasileiros em cinco plataformas

Com o início da pandemia do novo coronavírus as pessoas ficaram mais tempo em casa e o futebol virtual ganhou novos adeptos. A necessidade de isolamento social acabou favorecendo a expansão da modalidade. “A família inteira pode jogar e o PES une gerações. E, além de jogar, se divertir, relaxar e ficar em casa, a pessoa também pode ganhar um bom dinheiro”, afirma o Rafael Marques. Para participar é feita uma inscrição dando direito de participar de uma temporada em que as disputas acontecem ao longo de 45 dias com premiações chegando a R$ 1,2 mil. Além desse prêmio, o participante pode monetizar negociando jogadores. E tudo é feito on-line: compra, venda, empréstimos e leilões.

Os craques negociados são do futebol real e a valorização de mercado depende da performance do atleta em campo. Conforme vai se destacando, o jogador é nivelado por meio do overall que é a pontuação que vai ser usada para definir o seu valor. É justamente o mercado da bola nacional e internacional, além da evolução do jogador que vai refletir no lucro. Cada usuário pode ser o o manager do clube, pois controla todas as negociações.

As cifras variam muito, mas um dos fundadores da liga cita um exemplo.  “Nós tivemos caso de uma pessoa que pagou R$ 5,00 em um jogador de overall baixo, mas que começou a crescer e jogar bem sendo vendido depois por R$ 400. É um lucro absurdo”, ressalta Rafael Marques. Essa pontuação é atualizada semanalmente e depende do desempenho do atleta no futebol real.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Rafael Marques e Maicon Bezerra são de Terenos e fundaram a Strikers liga de investimento de futebol virtual (Foto: Arquivo Pessoal)

Da cidade de Malacacheta, interior de Minas Gerais, o player Jeyson Rodrigues se define como um “apaixonado pelo PES” e ressalta o caráter empreendedor ao integrar a liga de investimento. “Não tem problema você não jogar tão bem, você pode colocar o seu lado empreendedor em ação. Você contrata, vende, investe e vê o retorno aparecer. É uma oportunidade de ganhar um extra”, afirma o gamer mineiro.

Outro entusiasta é Tiago Caldeira, de Paranaíba, e vice-campeão da liga Strikers. “A resenha do grupo é a melhor parte, as amizades que a gente faz”, pontua. Para quem é leigo, a resenha no PES é aquele momento de descontração antes e depois da disputa entre os jogadores que interagem de vários Estados brasileiros em uma mistura de sotaques e culturas unidas pelo futebol virtual.

E para funcionar com credibilidade existe o regramento. A normatização está no Livro de Regras que estabelece todas as medidas de funcionamento, negociação, incluindo mecanismos para garantir que somente o jogador efetivamente pago possa ser postado e validado no grupo de transferência para entrar em campo. “Eu considero uma liga de confiança”, resume Guilherme Fonseca, o Guifera, campeão mundial e a atleta do E-sportes do Clube Barcelona, da Espanha.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Players Guilherme Fonseca, Jeyson Rodrigues e Tiago Caldeira (Fotos: Arquivo Pessoal)

Parcerias sólidas também fazem parte da liga. Narradores, jogadores de destaque e youtubers do PES estabelecem a credibilidade nessa tendência de investimento. Entre os parceiros estão os youtubers Mito Abdala, Pro player de PES, campeão sul-americano do modo Coop, e Luís PESVICIO, referência em criação de conteúdo PES no Brasil com mais de 100 mil seguidores no YouTube. “A pessoa pode ter uma renda extra jogando o PES. Fazendo o que ela já faz no videogame em casa, porém rentabilizando com isso. O nosso foco é criar uma cultura do empreendedorismo gamer aqui no Estado”, finaliza Rafael Marques.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Dos jogos presenciais nasceu o projeto da liga de investimento em futebol virtual (Foto: Arquivo Pessoal)

Para saber mais sobre esse tipo de investimento, basta clicar aqui.

E a Rede MS é um grupo de comunicação regional que reconhece a expansão da modalidade, tanto que este ano foi realizada a 1º Copa Sesc Diário Digital de Futebol Virtual com disputas on-line e presenciais. O campeonato que deu ainda mais visibilidade ao PES no Estado teve parcerias importantes como a Federação Estadual de Futebol Digital e Virtual de MS, Anubis Games, Zornimat e Sesc/MS.

E a boa notícia é que a Copa que comprovou o alto nível técnico dos players sul-mato-grossenses está confirmada para mais uma edição em 2021.

O post Investidores do futebol virtual apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas