Diário Digital MS já tem variante mais agressiva do coronavírus

MS já tem variante mais agressiva do coronavírus

O primeiro caso da  variante P1 do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul foi confirmado em um homem de 37 anos que está internado em Corumbá. A cepa é a mesma que provocou caos na saúde de Manaus, no Amazonas. A confirmação do teste positivo é do secretário estadual de saúde, Geraldo Resende. Segundo […] O post MS já tem variante mais agressiva do coronavírus apareceu primeiro em Diário Digital.

O primeiro caso da  variante P1 do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul foi confirmado em um homem de 37 anos que está internado em Corumbá. A cepa é a mesma que provocou caos na saúde de Manaus, no Amazonas. A confirmação do teste positivo é do secretário estadual de saúde, Geraldo Resende. Segundo ele, essa variante é mais transmissível e também mais agressiva.

Ainda segundo Resende Mato Grosso do Sul corre o risco e enfrentar a mesma situação de Manaus. " Nosso Estado já está com 90% do leitos de UTI's ocupados, agora com a nova variante a preocupação aumenta, novos leitos foram providenciados para Três Lagoas e Ponta Porã", afirmou o secretário.

 Morador do Centro de Corumbá, o homem apresentou os primeiros sintomas da covid-19 no início de janeiro. A suspeita, de que ele pode ter tido contato com a mutação do coronavírus identificada em pacientes do Amazonas, veio quando revelou ter estado em Manaus pouco antes de sentir os sintomas.

O caso foi notificado para a Secretaria de Estado de Saúde no dia 9 de janeiro. O paciente fez o teste RT-PCR e resultado foi positivo, a amostra foi encaminhada para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, onde foi feito o sequenciamento genético dos vírus encontrados no material.

Portador da comorbidades, o paciente chegou a precisa de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e ainda está em atendimento para se recuperar das sequelas deixadas pela doença.

De acordo com o secretário, há vários outros casos suspeitos da variante em Mato Grosso do Sul e que a cepa já circula na região de Corumbá e Dourados.

A confirmação dessa variante acontece no mesmo dia em que Mato Grosso do Sul recebe o 6º lote de vacinas contra a Covid-19. Nesta quarta-feira (03) o Estado recebeu 27.800 doses do Instituto Butantan.

Histórico das remessas
Mato Grosso do Sul já recebeu 222.746 (vacinas), em quatro carregamentos enviados pelo Ministério da Saúde. A primeira remessa chegou no dia 18 de janeiro, com um lote de 158,7 mil doses da vacina Coronavac.

O segundo lote desembarcou no Estado em 24 de janeiro, com 22 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford. Já o terceiro lote foi chegar ao Estado em 25 de janeiro, em um reforço de mais 10,2 mil doses da Coronavac.

A quarta remessa com 32 mil doses de vacina contra a Covid-19 chegou no dia 7 de fevereiro. A quinta remessa de 35.700 doses, sendo 22.500 doses da AstraZeneca/Oxford e 13.200 doses da Coronavac chegou no dia 24 de fevereiro.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Vacinas que chegaram hoje pela manhã em Campo Grande (Foto Luciano Muta)

O post MS já tem variante mais agressiva do coronavírus apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas