Diário Digital MS não tem profissionais capacitados para atender em hospitais de campanha, segundo secretário

MS não tem profissionais capacitados para atender em hospitais de campanha, segundo secretário

Mato Grosso do Sul está em momento crítico e tem um dos piores cenários da pandemia desde março de 2020: a falta de leitos de UTIs. Em entrevista ao programa Noticidade primeira edição da Rádio FM 97, desta segunda-feira, 14 de junho, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende foi taxativo ao afirmar que […] O post MS não tem profissionais capacitados para atender em hospitais de campanha, segundo secretário apareceu primeiro em Diário Digital.

Mato Grosso do Sul está em momento crítico e tem um dos piores cenários da pandemia desde março de 2020: a falta de leitos de UTIs.

Em entrevista ao programa Noticidade primeira edição da Rádio FM 97, desta segunda-feira, 14 de junho, o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende foi taxativo ao afirmar que o Estado não tem condições de manter hospitais de campanha. "Não adianta montar hospitais de campanha por que não tem profissionais capacitados para os leitos de UTI", disse.

Pacientes estão sendo transferidos para outros estados por falta de leitos. " Estamos no limite, não sabemos para quem mais recorrer, a falta de conscientização da população estão matando pessoas", lamentou Geraldo.

Ontem (13), começou a valer o novo decreto que impõe medidas mais restritivas, mas vários casos de aglomeração foram flagrados em toda Capital. A respeito dessa situação, Geraldo Resende explicou que cabe apenas fiscalizações. "Não dá para aplicar multas, apenas pedimos que a população se conscientize. Estamos recorrendo a consciência das pessoas, se continuar aglomerando as mortes e os casos de Covid vão continuar", ressaltou.


Sobre novos leitos, o secretário informou que está com uma parceria com a Santa Casa onde novos leitos de UTIs devem ser implantados para auxiliar no atendimento aos pacientes com a Covid-19.


Nas últimas semanas Mato Grosso do Sul vem batendo recordes em número de mortes e casos de Coronavírus, o Estado precisou pedir ajuda a um laboratório de São Paulo para realizar os testes da doença para obter os resultados em até 72h.

De acordo com Resende, o Laboratório Central de MS (Lacen) não está dando conta da demanda diária que chegam a até 4 mil testes. " Nosso Estado tem apenas 2,809 milhões de pessoas e uma média de 2 mil casos da Covid-19 por dia é uma situação crítica. Estamos trabalhando para que os números diminuam", ressaltou.

O post MS não tem profissionais capacitados para atender em hospitais de campanha, segundo secretário apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas