“Não há risco de desabastecimento”

Depois do anúncio da antecipação de feriados de abril a setembro para os próximos 9 dias, a sexta-feira (19) amanheceu com movimentação mais intensa de consumidores nos supermercados. A preocupação das pessoas é com o risco de desabastecimento, hipótese que é rebatida pelos empresários do setor. De acordo com o presidente da Associação Sul-mato-grossense de […] O post “Não há risco de desabastecimento” apareceu primeiro em Diário Digital.

Depois do anúncio da antecipação de feriados de abril a setembro para os próximos 9 dias, a sexta-feira (19) amanheceu com movimentação mais intensa de consumidores nos supermercados. A preocupação das pessoas é com o risco de desabastecimento, hipótese que é rebatida pelos empresários do setor.

De acordo com o presidente da Associação Sul-mato-grossense de Supermercados (AMAS), Edmilson Verati, essa possibilidade não existe. “Não sei de onde saiu essa informação, mas os supermercados vão funcionar em seus horários sem alteração e todos com estoques abastecidos. Nós sabemos como é o consumo da população. Abastecemos lares e restaurantes, não vai faltar alimentos”, afirma.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
De acordo com empresários do setor supermercadista, campo-grandense não precisam alterar hábitos de ida aos estabelecimentos
(Foto: Luciano Muta)

Segundo o gestor da entidade não é necessária essa corrida de consumidores. “Nós pedimos para que as pessoas mantenham seus hábitos de ida ao supermercado normalmente, seja de manhã, à tarde ou à noite. Não vai faltar produto e não precisa essa correria”, ressaltou. No entanto o presidente da Amas reforçou que se todos se deslocarem no mesmo dia e ao mesmo tempo “obviamente haverá falta de alguns produtos especificamente nesse dia nas gôndolas e também a aglomeração, que traz o risco da contaminação”.

O setor supermercadista está entre os serviços essenciais que tem a abertura resguardada a cada novo decreto. “Estamos trabalhando no ritmo da pandemia há um ano, então sabemos como garantir o abastecimento, antecipando compras, mantendo um estoque maior nas negociações com as indústrias”, conclui.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Presidente da Amas, Edmilson Verati (Foto: Arquivo)

Medida -   Por nove dias a partir de segunda-feira, dia 22 de março, estará proibido o funcionamento de todas as atividades não essenciais em Campo Grande. O endurecimento das regras inclui a antecipação dos feriados da Semana Santa, Tiradentes, Corpus Christi, Dia do Trabalho e Aniversário da cidade e 7 de Setembro, Dia da Independência.

Estabelecimentos como bares e restaurantes só poderão atender por meio de delivery. Devem continuar valendo as regras de restrição mais duras já implementadas, como a proibição de eventos, reuniões, shows e festividades em clubes, salões e qualquer outra atividade que possa acarretar aglomeração de pessoas.

Postos de saúde, supermercados, postos de gasolina e farmácias são alguns dos segmentos que continuarão funcionando. Até o fechamento desta matéria o decreto que estabelece os setores autorizados e demais medidas de restrição para o período ainda não tinham sido publicados no Diário Oficial do Município, Diogrande.

O post “Não há risco de desabastecimento” apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas