Perícia começa a analisar imagens do Atacadão

A Perícia começou a analisar as imagens das câmeras de segurança do supermercado Atacadão, da Avenida Duque de Caxias, destruído por um incêndio no dia 13 de setembro. Conforme delegado da 7ª DP (Delegacia de Polícia), responsável pelas investigações, peritos acessaram os cinco gravadores apreendidos com os arquivos nesta quarta-feira (23) e identificaram 11 terabytes […] O post Perícia começa a analisar imagens do Atacadão apareceu primeiro em Diário Digital.

A Perícia começou a analisar as imagens das câmeras de segurança do supermercado Atacadão, da Avenida Duque de Caxias, destruído por um incêndio no dia 13 de setembro. Conforme delegado da 7ª DP (Delegacia de Polícia), responsável pelas investigações, peritos acessaram os cinco gravadores apreendidos com os arquivos nesta quarta-feira (23) e identificaram 11 terabytes de material.

Uma das testemunhas, um funcionário do atacadista, contou em depoimento à polícia que no setor onde o fogo começou não havia câmera de segurança. “O gerente disse que não tem câmeras em todos os locais do supermercado, só onde ficavam mercadorias mais caras, como nos setores de bebidas, carnes e próximo aos caixas. Mas a perícia vai analisar se é possível constatar algo pelos DVRs apreendidos”, explicou o delegado Bruno Urban.

Vídeos gravados por clientes que estavam no supermercado mostram a tentativa de um dos funcionários de conter as chamas no setor de produtos de limpeza, na prateleira onde havia álcool em gel e líquido. Como o incêndio atingiu grandes proporções rapidamente, mesmo depois de usar o extintor e com uma mangueira instalada ao hidrante, o funcionário não conseguiu conter o fogo.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Perícia vai analisar se é possível constatar algo pelos DVRs apreendidos (Foto: Marco Miatelo)

Segundo o delegado dois funcionários já prestaram depoimento. Um deles é o homem que aparece nos vídeos. “Ele me disse que é brigadista, realizou o curso do Corpo de Bombeiros e instalou a mangueira, mas não entendeu porque a água saiu com pouca pressão”.

Para o delegado, ainda não é possível dizer o que teria provocado o incêndio. “Vamos analisar tudo. Quem são os funcionários que tem curso de brigadista e quantos estavam no dia do incêndio. Verificar as imagens e documentação”, finalizou Urban.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
(Foto: Luciano Muta)

O post Perícia começa a analisar imagens do Atacadão apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas