Diário Digital Pesquisadora está no Pantanal para analisar jacarés amontoados

Pesquisadora está no Pantanal para analisar jacarés amontoados

Os jacarés aparecem quase imóveis. Cobertos por lama, eles se amontoam para aproveitar o pouco de “água barrenta” que sobrou no açude praticamente seco no meio do Pantanal, em Mato Grosso do Sul. O fenômeno foi registrado na fazenda Palmerinha, região da Nhecolândia. Assustado, o pantaneiro que fez as imagens descreve uma “imensidão de jacarés” […] O post Pesquisadora está no Pantanal para analisar jacarés amontoados apareceu primeiro em Diário Digital.

Os jacarés aparecem quase imóveis. Cobertos por lama, eles se amontoam para aproveitar o pouco de “água barrenta” que sobrou no açude praticamente seco no meio do Pantanal, em Mato Grosso do Sul. O fenômeno foi registrado na fazenda Palmerinha, região da Nhecolândia.

Assustado, o pantaneiro que fez as imagens descreve uma “imensidão de jacarés” e afirma que é algo novo para ele. ““Tenho quantos anos de Pantanal, nunca vi tantos jacarés num lugar só”.

Ao redor, o barulho do rebanho do gado e os bezerros que ficaram atolados no açude, sendo resgatados.

Veja o vídeo (Divulgação)

Segundo pesquisadores, esta é a pior seca dos últimos 50 anos que atinge a região. Para sobreviverem em meio aos incêndios e a falta de chuva, os jacarés, assim como outros animais buscam abrigo, ainda que escasso (por isso se amontoam).  

Uma pesquisadora da Embrapa Pantanal viajou até o local após a divulgação do vídeo, gravado no dia 15 de novembro, para analisar a situação na manhã desta quarta-feira (18). Por enquanto, a assessoria de imprensa do órgão ainda não divulgou mais detalhes a respeito do que foi verificado.

Mas informou que a pesquisadora visita a base da Embrapa na região, além de propriedades vizinhas onde trabalha com a espécie, com frequência.

O post Pesquisadora está no Pantanal para analisar jacarés amontoados apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas