PMA fecha ponto de treinamento de galos de rinha

Depois da denúncias de que em uma residência funcionaria uma rinha de galos no bairro Jardim Tarumã, policiais militares ambientais foram até o local neste sábado (29). Eles verificaram que o local não funcionava como espaço para apostas, comuns em locais de rinhas de galo, porém, havia criação dos animais e treinamento para uso nessas […] O post PMA fecha ponto de treinamento de galos de rinha apareceu primeiro em Diário Digital.

Depois da denúncias de que em uma residência funcionaria uma rinha de galos no bairro Jardim Tarumã, policiais militares ambientais foram até o local neste sábado (29). Eles verificaram que o local não funcionava como espaço para apostas, comuns em locais de rinhas de galo, porém, havia criação dos animais e treinamento para uso nessas atividades em outros locais.

No momento da chegada dos policiais, um homem de 46 anos identificou-se como proprietário do local e afirmou que só criava os galos, não funcionando rinha. Informou ainda que treinava os galos e os e vendia para pessoas de Corumbá, os quais revendiam os animais para o país vizinho, a Bolívia.

A equipe da PMA verificou no local que os animais eram mantidos em gaiolas de madeira e algumas de ferro extremamente apertadas, com restrição de movimentos, privação de luz solar e circulação aérea inadequada, o que, por si só, caracteriza-se maus-tratos. 72 animais galos domésticos da espécie galo-índio (Gallus gallus domesticus) apresentavam diversos ferimentos na crista e peito, bem como todas as aves apresentavam-se mutiladas, com as esporas cortadas e foram apreendidas. Todas as gaiolas também foram apreendidas.

O infrator foi conduzido à delegacia de Polícia Civil na Capital e responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, com pena prevista de três meses a um ano de detenção. A PMA emitiu um auto de infração administrativa e aplicou multa de R$ 36 mil.

O post PMA fecha ponto de treinamento de galos de rinha apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas