PMA prende e autua pescador em R$ 2,5 mil

Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas realizavam fiscalização no rio Paraná, no município em uma região nas proximidades de um local conhecido como Ilha Comprida e prenderam e autuaram um pescador amador por pesca predatória. O infrator iniciava a pescaria com uso de arpão (petrecho proibido) e havia capturado três peixes, sendo um da espécie […] O post PMA prende e autua pescador em R$ 2,5 mil apareceu primeiro em Diário Digital.

Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas realizavam fiscalização no rio Paraná, no município em uma região nas proximidades de um local conhecido como Ilha Comprida e prenderam e autuaram um pescador amador por pesca predatória.

O infrator iniciava a pescaria com uso de arpão (petrecho proibido) e havia capturado três peixes, sendo um da espécie piapara e dois da espécie cascudo. Além do uso do petrecho ilegal, o exemplar de piapara estava abaixo da medida permitida pela legislação, o que por si só já seria crime. O espécime tinha 35 centímetros, quando a medida permitida para a espécie é de 40 centímetros.

Além disso, a quantidade de pescado estava acima da cota permitida, que é um exemplar de peixe nativo e mais cinco exemplares de piranhas por pescador amador, o que também se caracteriza como crime. Os peixes e o arpão foram apreendidos.

Os policias efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 2.500,00 contra o autuado. O pescador de 31 anos também responderá pelo crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

O post PMA prende e autua pescador em R$ 2,5 mil apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas