PMA prendem e autuam agricultor

Depois de receberem denúncias sobre abate de animais por arma de fogo, Policiais Militares Ambientais e Policiais Militares do 7º Batalhão de Aquidauana deslocaram-se até o assentamento Indaiá IV, no município a 45 km da cidade, à margem da rodovia MS 345 e prenderam ontem (16) à tarde, um agricultor de 31 anos, por porte […] O post PMA prendem e autuam agricultor apareceu primeiro em Diário Digital.

Depois de receberem denúncias sobre abate de animais por arma de fogo, Policiais Militares Ambientais e Policiais Militares do 7º Batalhão de Aquidauana deslocaram-se até o assentamento Indaiá IV, no município a 45 km da cidade, à margem da rodovia MS 345 e prenderam ontem (16) à tarde, um agricultor de 31 anos, por porte ilegal de arma e por maus tratos a animais.

O suspeito foi abordado nas proximidades de uma residência, onde havia no quintal três aves domésticas da espécie ganso, pertencentes à proprietária da residência abatidas por arma de fogo. O agricultor não informou sobre a arma, porém, as equipes conseguiram verificar com testemunhas que estaria em uma casa que o suspeito frequentaria, nas proximidades de sua lavoura. Os Policiais Militares foram ao local e localizaram a arma, uma espingarda calibre 36 em um banheiro e mais sete munições intactas e três deflagradas do mesmo calibre. A arma não possuía documentação e foi apreendida juntamente com as aves.

O infrator, residente em Aquidauana, recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com a arma, à delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante por crime de porte ilegal de arma e por maus-tratos pelo abate das aves. A pena para o crime de porte ilegal de arma é de um a três anos de detenção e para o crime ambiental de maus tratos é de três meses a um a ano detenção. O agricultor também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.500,00 por maus tratos.

O post PMA prendem e autuam agricultor apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas