Diário Digital Polícia faz buscas em endereço de suspeito de “estelionato sexual”

Polícia faz buscas em endereço de suspeito de “estelionato sexual”

Policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão na casa de um jovem de 26 anos que foi alvo da "Operação Anteros", em combate ao estelionato sexual na internet. O homem é suspeito de enganar mulheres utilizando fotos de terceiros para ter conversas íntimas com as vítimas e enviar conteúdo pornográfico. De acordo com a […] O post Polícia faz buscas em endereço de suspeito de “estelionato sexual” apareceu primeiro em Diário Digital.

Policiais civis cumpriram mandado de busca e apreensão na casa de um jovem de 26 anos que foi alvo da "Operação Anteros", em combate ao estelionato sexual na internet. O homem é suspeito de enganar mulheres utilizando fotos de terceiros para ter conversas íntimas com as vítimas e enviar conteúdo pornográfico.

De acordo com a polícia, no dia 14 de janeiro, uma mulher de 22 anos, moradora de Paraíso das Águas (MS), começou a receber mensagens de texto via WhatsApp. O suspeito, usou fotos e dados de perfil alheio, coletados em rede social para se passar por outra pessoa.

Após a aproximação inicial por meio de fraude, o suspeito passou a enviar outras imagens e chamadas de vídeo, sendo que em uma delas estava se masturbando.

Diante da atitude do homem e insistência nas chamadas de vídeo com conteúdo pornográfico, a vítima desconfiou da identidade do suspeito. Quando percebeu que a fraude não daria certo, segundo a vítima, o estelionatário se tornou agressivo e passou a fazer ameaças e a agredir verbalmente, com xingamentos.

Depois de denunciar o caso à polícia, investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Paraíso das Águas identificaram o suspeito e constataram que o mesmo homem estaria envolvido em pelo menos outros três casos, ocorridos em Mato Grosso do Sul, sendo duas vítimas em Bataguassu e uma em Brasilândia.

Com a ajuda da delegacia de Bataguassu e da 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Campo Grande, a polícia conseguiu localizar o endereço do suspeito e fazer buscas que vão colaborar com as investigações.

Conforme o delegado de Paraíso das Águas, Alexandro Mendes de Araújo, o Cibercrime compreende todos aqueles que envolvam qualquer atividade ou prática ilícita na rede. Muitos deles são possíveis graças à quantidade de informações privilegiadas que os usuários disponibilizam na web, em especial nas redes sociais, seja por ingenuidade ou pura negligência.

“É o segundo caso esclarecido pela Polícia Civil em Paraíso das Águas da modalidade conhecida como estelionato sexual, ocorre por meio da rede mundial de computadores. Ela é possível porque o golpista encontra com facilidade informações privilegiadas de suas vítimas. Apropria-se do perfil de algumas pessoas e usa contra outras para satisfazer sua perversão sexual”.

O nome da operação, “Anteros”, tem origem na mitologia grega e se refere ao vingador do sentimento não correspondido, em alusão à reação violenta e misógina do suspeito diante da frustração de suas expectativas.

Ele vai responder criminalmente por violação sexual mediante fraude, falsa identidade, ameaça e injúria.

Denúncia: A polícia orienta que qualquer mulher que se sentiu vítima de alguma violação praticada por meio da web, por meio das linhas (67) 99855-8284 ou (67)99924-2264 entre em contato com a Polícia Civil imediatamente, já que as investigações apontam a possibilidade de outras mulheres vítimas.

O post Polícia faz buscas em endereço de suspeito de “estelionato sexual” apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas