Diário Digital Polícia vai abrir investigação sobre denúncia de estupro contra Leandro

Polícia vai abrir investigação sobre denúncia de estupro contra Leandro

A prisão de Leandro Pereira Florenciano, de 35 anos, na última segunda (26), pelo assassinato de Gleison da Silva Abreu, encontrado morto em maio do ano passado na cachoeira do Inferninho, levou as denúncias de estupro de vulnerável e exploração sexual contra um menino de 9 anos e uma menina de 11. A suspeita surgiu […] O post Polícia vai abrir investigação sobre denúncia de estupro contra Leandro apareceu primeiro em Diário Digital.

A prisão de Leandro Pereira Florenciano, de 35 anos, na última segunda (26), pelo assassinato de Gleison da Silva Abreu, encontrado morto em maio do ano passado na cachoeira do Inferninho, levou as denúncias de estupro de vulnerável e exploração sexual contra um menino de 9 anos e uma menina de 11.

A suspeita surgiu durante investigação da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios) sobre a morte de Gleison, que acionou uma equipe da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) para participar dos mandados de busca e apreensão e levar a criança de 9 anos para ser ouvida.

O menino revelou em depoimento especial que era abusado com certa frequência por Leandro e o ex-marido dele, Emerson Borcheidt, 33 anos.

Emerson tirou a própria vida, na tarde de segunda-feira, horas depois da prisão do ex-marido Leonardo. Ele também era investigado pela morte de Gleison, apesar de não ser alvo de mandado de prisão.

A DEPCA vai instaurar os inquéritos para investigar as denúncias. Sobre o abuso da menina de 11 anos, ela relatou um único episódio em que teria sido estuprada por outro homem de 57 anos do mesmo núcleo familiar dela e de Leandro.

“A delegacia tem como padrão fazer uma investigação ampla. Se temos registro de abuso ou violência em um núcleo familiar ou ambiente social específico temos por padrão de investigação esclarecer se outras crianças que frequenta o mesmo ambiente e são acessadas pelas mesmas pessoas podem também estar sendo vítimas de algum crime”, disse a delegada titular da DEPCA, Marília de Brito, sobre a denúncia em que a menina é vítima.

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital
Delegada Marília de Brito, responsável pelas investigações de estupro (Foto: Ana Lívia Tavares)

Os dois suspeitos, por enquanto, não foram indiciados e ainda serão ouvidos. Leandro foi preso na segunda-feira de manhã, junto com o cunhado Agnaldo Freire, 48 anos, após mandado de prisão por envolvimento na morte de Gleison. As investigações indicam que a vítima caiu em um golpe relacionado a aplicação de dinheiro.

O post Polícia vai abrir investigação sobre denúncia de estupro contra Leandro apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas